Ocorrência de possiveis problemas causados por grandes ficheiros

Sugestões e truques


Ocorrência de possiveis problemas causados por grandes ficheiros

Por Frank Faulstich, Dlubal Engineering Software

Cálculos extensos podem resultar numa grande quantidade de dados. Claro que atualmente os discos rígidos são medidos em terabytes, e por isso não espera que isso seja um problema para a atual tecnologia computacional. Isto é um facto, mas muitas vezes o problema está nos detalhes.

No RFEM e no RSTAB, os dados de um modelo são guardados num único ficheiro. A vantagem é que estes resultados são mais facilmente geridos. É suficiente apenas copiar este ficheiro que contem todos os dados necessários. Se os resultados estão disponíveis, o ficheiro pode tornar-se muito grande e difícil de gerir. Para explicar isto, temos de ver a questão técnica de fundo deste problema.

Os dados no disco rígido são sempre organizados por meio de um sistema de ficheiros. Um sistema de ficheiros representa a ordem dos ficheiros num disco rígido. Cada sistema de ficheiros tem os seus limites técnicos tendo em conta o tamanho das unidades de disco a ser gerido, bem como, o tamanho do ficheiro. O atual sistema de ficheiros para os discos rígidos do Windows é NTFS. Os limites deste sistema de ficheiros estão muito aquém do que é tecnicamente relevante atualmente.

No entanto, existem outros sistemas de ficheiros comuns disponíveis. Estes são utilizados não apenas por unidades de disco reais. Os cartões de memória SD para camaras, por exemplo, utilizam normalmente sistemas de ficheiro FAT32 e as vezes FAT16. Se conecta una nova pen USB num computador Windows, pode formatá-la quer utilizando NFTS ou FAT32. Por vezes, existem boas razões para formatar com o suposto "ultrapassado" FAT32 em vez do sistema NTFS, por exemplo, se pretende trocar dados com computadores Apple ou Linux. Para além dos sistemas de ficheiros que são mais comuns nos computadores Windows, existe toda uma outra gama de outros sistemas. O "antigo" sistema de ficheiro FAT tem limitações técnicas quem podem na realidade ser atingidas. Assim, o tamanho máximo de um ficheiro não pode ser superior a 2 GB para FAT16 e 4 GB para FAT32. Esses tamanhos de ficheiros podem ser atingidos nos cálculos extensos do RFEM. O sistema de ficheiros cada vez mais popular NAS (Network attached Storage) também tem os seus limites.

Como se pode identificar esses problemas? Um caso típico é que guarda um ficheiro com os resultados. Quando o reabre, no entanto, todos os resultados desapareceram. Neste caso, é importante verificar o sistema utilizado pela sua unidade de disco.

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

RFEM Programa principal
RFEM 5.xx

Programa principal

Software de engenharia estrutural para análises de elementos finitos (AEF) de estruturas planas e espaciais constituídas por lajes, paredes, vigas, sólidos e elementos de contacto

Preço de primeira licença
3.540,00 USD
RSTAB Programa principal
RSTAB 8.xx

Programa principal

Software de engenharia para o dimensionamento de estruturas reticuladas de pórticos, barras e treliças, com cálculos lineares e não-lineares de esforços internos, deformações e reações de apoio

Preço de primeira licença
2.550,00 USD