Dlubal RFEM 5 - Modelar uma caixa de visita com cavilhas de corte

Sugestões e truques

Por Paul Kieloch, Dlubal Software

O RFEM 5 permite utilizar diversas não linearidades de barra diferentes para o dimensionamento de um modelo. De seguida, observe um exemplo da utilização da não linearidade "deslize". O exemplo é um modelo simplificado de uma caixa de visita com um plano de visualização quadrado.

O segmento superior da caixa de visita é para ser colocado no segmento inferior. A junta não é para transferir qualquer força de tração. As cavilhas devem permitir para determinado deslize e também ser capaz de transferir as forças de corte ocorrentes.

Para representação da junta, escolheu-se o tipo de superfície com a resistência "Sem tração". Aqui, é conveniente ter-se em mente que as superfícies são capazes de transferir momentos. Para o diagrama de forças que incluem tração, os elementos de superfície afetos entram em rotura. Para prevenir este cenário, adiciona-se uma articulação linear a um segmento ao longo da ligação.

As cavilhas de força de corte foram modeladas como uma barra redonda com o tipo de barra "viga". Para transferir apenas a força de corte, adiciona-se a não linearidade de barra "deslize". Assim, não são transferidas forças axiais através das barras até que o deslize definido seja alcançado. Pode-se também especificar as articulações lineares nas linhas às quais as cavilhas de corte foram definidas de forma a não incluir o momento resistente não intencional.

O resultado deste modelo é que as forças de corte ocorrentes são transferidas parcialmente através da junta e parcialmente através das cavilhas de corte. Não existem forças axiais nas cavilhas de corte (ver figura: máx/mín N: rutura). Os momentos das cavilhas também são "0".

Ligações

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

RFEM Programa principal
RFEM 5.xx

Programa principal

Software de engenharia estrutural para análises de elementos finitos (AEF) de estruturas planas e espaciais constituídas por lajes, paredes, vigas, sólidos e elementos de contacto