Combinações para construção de pontes rodoviárias segundo a EN 1990 + EN 1991-2: Especificação de casos de carga nas categorias de ação gr1 a gr5

Sugestões e truques

Estando selecionado o método de combinação segundo as normas EN 1990 + EN 1991‑2 e definindo um caso de carga na categoria de ação gr1a, gr2 ou gr5, é necessário definir também no programa qual o modelo de carga que deve ser tomado como base para o caso de carga. Esta informação é crucial para poder definir as regras de combinação para a combinatória automática de acordo com a EN 1990 + EN 1991‑2. Na categoria gr1a, por exemplo, é possível selecionar TS (LM1), UDL (LM1) ou via para peões e bicletes. TS (LM1) aparece como pré-definido. Na categoria gr2 podem ser selecionados esforços de retração e aceleração ou esforços centrifugais.

Ligações

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

RFEM Programa principal
RFEM 5.xx

Programa principal

Software de engenharia estrutural para análises de elementos finitos (AEF) de estruturas planas e espaciais constituídas por lajes, paredes, vigas, sólidos e elementos de contacto

Preço de primeira licença
3.540,00 USD
RSTAB Programa principal
RSTAB 8.xx

Programa principal

Software de engenharia para o dimensionamento de estruturas reticuladas de pórticos, barras e treliças, com cálculos lineares e não-lineares de esforços internos, deformações e reações de apoio

Preço de primeira licença
2.550,00 USD