Barras de encosto, nervuras, vigas em T: corte entre a alma e os banzos

Artigo técnico

Este artigo foi traduzido pelo Google Tradutor

Ver texto original

De forma a assegurar os efeitos dos painéis, os quais devem funcionar como cordas de tracção ou compressão, é necessário ligá-los à alma de uma forma resistente ao corte. Esta ligação é obtida de forma semelhante à transferência de corte na ligação entre secções de betonagem através da interação entre escoras compressivas e laços. De forma a garantir a resistência ao corte, tem de se verificar se a resistência à extensão compressiva é dada e se a força de ligação pode ser absorvida pela armadura transversal.

Dimensionamento de acordo com EC2-1-1

É necessário verificar que a força de corte efetiva vEd não excede as forças de corte absorvíveis vRd, max e vRd, s :
${\mathrm v}_\mathrm{Ed}\;\leq\;{\mathrm v}_{\mathrm{Rd},\max}\;\mathrm{und}\;{\mathrm v}_\mathrm{Ed}\leq\;{\mathrm v}_{\mathrm{Rd},\mathrm s}$

A força de corte longitudinal vEd é determinada pela seguinte relação: $ {\ mathrm v} _ \ mathrm {Ed} \; = \; \ frac {{\ mathrm {ΔF}} _ \ mathrm d} {{\ mathrm h } _ \ mathrm f \; \ cdot \; \ mathrm {Δx}} $. ΔFd corresponde à diferença de força longitudinal que ocorre numa secção de acordes de um lado no comprimento Δx. Para determinar esta diferença de força longitudinal, são necessários a força da corda do acordão Fcd, a e a força da corda da tração Fsd, a . O valor máximo que pode ser assumido para Δx é metade da distância entre a secção onde o momento é 0 e a secção onde o momento é máximo. Ao aplicar cargas pontuais, o comprimento Δx não deve exceder a distância entre cargas pontuais.

Figura 01 - Notações para conexão entre flange e manta (fonte: [1])

A armadura para absorver as forças de tração na placa que é transversal à alma é determinada da seguinte forma:
$(\frac{{\mathrm A}_\mathrm{sf}\;\cdot\;{\mathrm f}_\mathrm{yd}}{{\mathrm s}_\mathrm f})\;\geq\;\frac{{\mathrm v}_\mathrm{Ed}\;\cdot\;{\mathrm h}_\mathrm f}{\cot\;{\mathrm\theta}_\mathrm f}$

Além do mais, deve ser verificado que a capacidade de carga da escora (A na Figura 01) não é excedida no banzo. Para isso, é aplicada a seguinte equação $ {\ mathrm v} _ \ mathrm {Ed} \; \ leq \; \ mathrm \ nu \; \ cdot \; {\ mathrm f} _ \ mathrm {cd} \; \ cdot \; \ sin \; {\ mathrm \ theta} _ \ mathrm f \; \ cdot \; \ cos \; {\ mathrm \ theta} _ \ mathrm f $.

Se houver, ao mesmo tempo, uma flexão transversal da placa e um corte longitudinal entre a alma e o banzo, deve utilizar uma secção maior em aço, a qual resulta dos dois dimensionamentos para a posição superior na placa. Isto também significa que a armadura de flexão transversal superior pode ser completamente compensada pela posição superior da armadura de corte.

Consideração de corte entre a alma e o banzo em barras RF-CONCRETE

É possível considerar as juntas de corte no RF-CONCRETE Members na janela 1.6 Reforço no separador "Junta de corte".

Figura 02 - Ativação da consideração de cisalhamento entre a alma e a flange em barras RF-CONCRETE

Resultados do dimensionamento da ligação de corte

As janelas 2.1 a 2.4 mostram a armadura necessária resultante. Esses resultados podem ser exibidos por seção, conjunto de barras, barra ou posição x.

Figura 03 - Resultados do dimensionamento da junta de corte

O resultado da armadura necessária para a ligação de corte é apresentada em conjunto com o resultado da armadura de corte pelo comprimento de secção asf . Na tabela "Resultados detalhados", podem ver-se alguns valores intermédios da verificação de corte entre o banzo e a alma. Esses valores intermediários estão listados nos resultados de "Corte entre a alma e os flanges das seções em T".

Literatura

[1] Fingerloos, F.; Hegger, J .; Zilch, K .: Eurocódigo 2 für Deutschland - Kommentierte Fassung, 2ª edição. Berlin: Beuth, 2016
[2]Manual RF-/CONCRETE Members. Tiefenbach: Dlubal Software, outubro de 2017. Download

Downloads

Ligações

Contacto

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto com a nossa equipa de apoio técnico gratuita por e-mail, chat ou no fórum, ou então consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

RFEM Programa principal
RFEM 5.xx

Programa principal

Software de engenharia estrutural para análises de elementos finitos (AEF) de estruturas planas e espaciais constituídas por lajes, paredes, vigas, sólidos e elementos de contacto

Preço de primeira licença
3.540,00 USD
RFEM Estruturas de Betão Armado
RF-CONCRETE 5.xx

Módulo adicional

Dimensionamento em betão armado de barras e superfícies (lajes, paredes, estruturas planares, cascas)

Preço de primeira licença
810,00 USD