FAQ 002258 EN

Add-on modules RF-DYNAM Addition II RF-DYNAM Pro - Equivalent Loads RFEM

Quais os recursos disponíveis para análises pushover?

Resposta

No RFEM é possível calcular curvas pushover (também chamadas curvas de capacidade). Os dados das curvas pushover podem ser exportados para o Excel. Os passos determinantes para a avaliação de curvas não-lineares estão listados abaixo:

  1. Definição compreensiva de articulações não-lineares
    1. Articulações plásticas de acordo com a FEMA 356: Trata-se de uma articulação não-linear (elástica-plástica ou rígida-plástica) com valores padrão para pontos de cedência no diagrama de articulação e critérios de aceitação para barras de aço (Capítulo 5 na FEMA 356). Os limites de cedência das barras dependem das secções e são definidos automaticamente. Para articulações de momentos, os parâmetros de diagrama e critérios de aceitação são interpolados para diferentes tipos de secções. É possível ajustar todos os valores de uma articulação 'FEMA' com valores definidos pelo utilizador. A Figura 1 mostra a caixa de diálogo de 'Articulação plástica'.

      Articulações plásticas de acordo com a EN 1998‑3: Trata-se de uma articulação não-linear com definição bilinear. As articulações bilineares incluem valores pré-definidos para os pontos de cedência no diagrama de articulação, critérios de aceitação e limites de cedência das secções. Estes valores podem também ser ajustados manualmente.

      As articulações plásticas são representadas com várias cores quando são visualizados resultados de vários incrementos de carga. As cores dependem do estado de plasticidade. Isto torna-se útil para a identificação excedentes em critérios de aceitação.

    2. Em vez de utilizar articulações, pode também ser aplicado um tipo de não-linearidade de barras 'Articulação plástica' no RFEM. Na respetiva caixa de diálogo, pode ser definido manualmente um comportamento plástico perfeito assim como os limites de cedência. A vantagem principal desta opção é, que a posição da articulação plástica é localizada automaticamente durante o cálculo iterativo. Para visualizar melhor, veja a Figura 2.

  2. Definição de padrão de corte para análise não-linear

    As cargas podem ser definidas manualmente num caso de carga, por exemplo, um padrão de carga uniforme.

    Para obter uma distribuição de cargas de acordo com a forma própria da sua estrutura, pode utilizar o módulo adicional RF‑DYNAM Pro - Equivalent Loads. Este módulo calcula valores próprios, formas próprias e cargas equivalentes com base numa análise de espectro de resposta. Para cada valor  próprio selecionado, o programa exporta automaticamente as cargas equivalentes para um caso de carga no RFEM.


  3. Incrementos de carga no RFEM

    Nos parâmetros de cálculo dos casos de carga pode ser definido um aumento de cargas por incrementos. Os resultados de cada nível de carga podem depois ser analisados. Na utilização de 'Articulações plásticas', a avaliação dos estados plásticos é facilitada através das marcações coloridas nas articulações. É importante escalar as cargas equivalentes exportadas do RF‑DYNAM Pro para evitar incrementos de carga em intervalos demasiado grandes. 

    A Figura 3 mostra um caso de carga exportado do RF‑DYNAM Pro e os parãmetros de cálculo recomendados.


  4. Diagramas de cálculo para a criação da curva pushover

    Estes diagramas estão disponíveis na caixa de diálogo 'Parâmetros de cálculo globais'. Aqui o utilizador pode definir a soma dos esforços de apoio no eixo vertical e a deformação e a deformação no plano da cobertura no eixo horizontal e assim obter a curva pushover desejada. Os dados podem facilmente ser exportados para o Excel. A curva pushover está representada na Figura 4.

    A Figura 5 mostra a representação colorida das articulações plásticas. A escala de cores pode mostrar os parâmetros do diagrama de articulação ou os critérios de aceitação.

    A continuação da análise pushover (determinação de espectro inelástico e ponto de desempenho) pode depois ser efetuada num programa externo (por exemplo o Excel).


Palavra chave

Articulações plásticas, Pushover, FEMA 356, EN 1998-3, curva de capacidade, Método N2, método de espectro de resposta, critério de aceitação

Contacto

Contacto da Dlubal

Encontrou a sua pergunta? Se não for o caso, entre em contacto connosco ou envie-nos a sua questão através do formulário online.

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Primeiros passos

first-steps

Aqui damos-lhe algumas dicas e informações úteis que o ajudam a familiarizar-se mais rapidamente com os programas principais RFEM e RSTAB.

O vosso apoio técnico é de longe o melhor

“Muito obrigado por toda a informação.

Gostaria de elogiar a equipa de apoio ao cliente. Fico sempre surpreendido com a rapidez e o profissionalismo com que as questões são respondidas. Na área da análise de estruturas, utilizo vários softwares inclusive com contratos de assistência, mas o vosso apoio técnico é de longe o melhor.”