Quais são os coeficientes de redução da rigidez k33 e k88 utilizados no RF-LAMINATE?

Resposta

Estes fatores reduzem a rigidez de torção D33 bem como a rigidez ao corte D88 dos elementos correspondentes da matriz de rigidez de uma superfície. Uma vez que a madeira laminada cruzada geralmente não tem cola no lado mais estreito, também não é possível transferir tensões de corte para os lados estreitos da madeira. Sendo assim, a rigidez seria sobrestimada neste caso. Por esse motivo, a rigidez tem de ser reduzida em conformidade.

Alguns fabricantes já nos informaram sobre estes valores ao transmitir as composições de camadas. Estes resultam de análises internas. Em [1], é apresentada uma explicação para a determinação dos fatores de correção. As análises deste trabalho também foram incluídas no anexo nacional austríaco da EN 1995-1-1 [2]. O resultado é apresentado na Figura 02. A relação entre a largura da tábua (a) e a espessura da tábua (ti) pode ser calculada a partir da autorização correspondente.

Palavras-chave

Rigidez de torção Rigidez ao corte D33 D88 k33 k88

Referências

[1]   Silly, G. (2010). Numerische Studien zur Drill- und Schubsteifigkeit von Brettsperrholz (BSP). Graz: Technische Universität Graz.
[2]   Eurocode 5: Bemessung und Konstruktion von Holzbauten - Teil 1‑1: Allgemeines - Allgemeine Regeln und Regeln für den Hochbau - Nationale Festlegungen zur Umsetzung der OENORM EN 1995‑1‑1, nationale Erläuterungen und nationale Ergänzungen; ÖNORM B 1995‑1‑1:2015‑06‑15

Contacto

Contacto da Dlubal

Encontrou a sua pergunta? Se não for o caso, entre em contacto connosco por e-mail, chat ou no fórum de discussão, ou então envie-nos a sua questão através do formulário online.

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

RFEM Outros
RF-LAMINATE 5.xx

Módulo adicional

Análise de deformação e dimensionamento de tensões de superfícies laminadas e sandwich

Preço de primeira licença
1.120,00 USD