Perguntas mais frequentes (FAQs)

Procurar pergunta




Apoio ao cliente a toda hora

Base de dados de conhecimento

Para além do serviço de apoio técnico (p. ex. via chat), pode encontrar na nossa página de Internet material de apoio que pode ser útil para os seus trabalhos com o software Dlubal.

Newsletter

Receba regularmente informação sobre novidades, dicas úteis, eventos planeados, ofertas especiais e vales.

  • Resposta

    O diretório de trabalho é um caminho local onde os dados da estrutura atualmente aberta são tratados e guardados temporariamente. Este é criado com as primeiras letras do ficheiro. Para tal, apenas devem ser utilizados caracteres ASCII.

    Os caracteres não ASCII incluem, por exemplo, "ä", "ö" e "ß".

    Para evitar este problema, os caracteres especiais no nome do ficheiro devem ser substituídos por caracteres ASCII, por exemplo, "ae" e "ss" em vez de "ä" e "ß". Após abrir novamente o ficheiro, a mensagem não aparece mais.
  • Resposta

    Para calcular apenas determinados casos de carga, combinações de carga ou combinações de resultados, tal como o comando "Para calcular..." (ver Figura 01), pode utilizar o método CalculateBatch da interface ICalculation. Ao transferir dados, o método espera um campo com a carga do tipo Loading. Loading inclui o número e o tipo da carga (por exemplo, combinação de carga):

    Sub batch_test()
        
    '   get interface from the opened model and lock the licence/program
        Dim iModel As RFEM5.IModel3
        Set iModel = GetObject(, "RFEM5.Model")
        iModel.GetApplication.LockLicense
        

    On Error GoTo e
        
        '   get interface for calculation
        Dim iCalc As ICalculation2
        Set iCalc = iModel.GetCalculation
        
        '   create array with loading types
        Dim loadings(3) As Loading
        loadings(0).no = 1
        loadings(0).Type = LoadCaseType
        
        loadings(1).no = 4
        loadings(1).Type = LoadCaseType
        
        loadings(2).no = 4
        loadings(2).Type = LoadCombinationType
        
        '   calculate all loadings from the array at once
        iCalc.CalculateBatch loadings

    e:  If Err.Number <> 0 Then MsgBox Err.description, , Err.Source
        
        Set iModelData = Nothing
        iModel.GetApplication.UnlockLicense
        Set iModel = Nothing

    End Sub
  • Resposta

    O fator de correção do corte é considerado no programa RF-LAMINATE utilizando a seguinte equação.


    $k_{z}=\frac{{\displaystyle\sum_i}G_{xz,i}A_i}{\left(\int_{-h/2}^{h/2}E_x(z)z^2\operatorname dz\right)^2}\int_{-h/2}^{h/2}\frac{\left(\int_z^{h/2}E_x(z)zd\overline z\right)^2}{G_{xz}(z)}\operatorname dz$

    com $\int_{-h/2}^{h/2}E_x(z)z^2\operatorname dz=EI_{,net}$

    O cálculo de resistência ao corte pode ser consultado no manual do RF-LAMINATE na página 15, e seguintes, na versão em inglês.

    O cálculo do fator de correção de corte apresentado na Figura 1 corresponde ao de uma laje com 10 cm de espessura. As equações aqui utilizadas apenas são válidas para composições de lajes simétricas simplificadas!

    Camadaz_minz_maxE_x(z)(N/mm²)G_xz(z)(N/mm²)
    1-50-3011 000690
    2-30-1030050
    3-101011 000690
    4103030050
    5305011 000690

    $\sum_iG_{xz,i}A_i=3\times0,02\times690+2\times0,02\times50=43,4N$

    $EI_{,net}=\sum_{i=1}^nE_{i;x}\frac{\mbox{$z$}_{i,max}^3-\mbox{$z$}_{i,min}^3}3$

    $=11000\left(\frac{-30^3}3+\frac{50^3}3\right)+300\left(\frac{-10^3}3+\frac{30^3}3\right)$

    $+11000\left(\frac{10^3}3+\frac{10^3}3\right)+300\left(\frac{30^3}3-\frac{10^3}3\right)+11000\left(\frac{50^3}3-\frac{30^3}3\right)$

    $=731,2\times10^6Nmm$

    $\int_{-h/2}^{h/2}\frac{\left(\int_z^{h/2}E_x(z)zd\overline z\right)^2}{G_{xz}(z)}\operatorname dz=\sum_{i=1}^n\frac1{G_{i;xz}}\left(χ_i^2(z_{i;max}-z_{i,min})\;χ_iE_{i,x}\frac{z_{i,max}^3-z_{i,min}^3}3+E_{i,x}^2\frac{z_{i,max}^5-z_{i,min}^5}{20}\right)$

    $χ_i=E_{i;x}\frac{z_{i;max}^2}2+\sum_{k=i+1}^nE_{k;x}\frac{z_{k,max}^2-z_{k,min}^2}2$


    χ113,75 106
    χ2
    8,935 106
    χ3
    9,47 106
    χ4
    8,935 106
    χ5
    13,75 106


    $\sum_{i=1}^n\frac1{G_{i;yz}}\left(χ_i^2(z_{i,max}-z_{i,min})-χ_iE_{i,y}\frac{z_{i,max}^3-z_{i,min}^3}3+{E^2}_{i,y}\frac{z_{i,max}^5-z_{i,min}^5}{20}\right)=$


    8,4642 1011
    3,147 1013
    2,5 1012
    3,147 1013
    8,4642 1011

    Total 6,7133 x 1013

    $k_z=\frac{43,4}{{(731,2e^6)}^2}6,713284\;e^{13}=5,449\;e^{-3}$

    $D_{44}=\frac{{\displaystyle\sum_i}G_{xz,i}A_i}{k_z}=\frac{43,4}{5,449\;e^{-3}}=7964,7N/mm$

    Isto corresponde ao valor de saída no RF-LAMINATE (Figura 2).
  • Resposta

    No RF-GLASS, existem dois tipos diferentes de cálculos. Por um lado, o chamado cálculo "2D". Neste caso, a estrutura de vidro é representada como um elemento de superfície. Ao considerar o acoplamento de corte, é determinada uma secção equivalente utilizando a teoria de laminados. Em contraste, existe o cálculo "3D". Neste caso, a composição da camada é representada no cálculo como um sólido e, como tal, a eficácia da rigidez entre a folha e o vidro é determinada exatamente quando o acoplamento de corte é considerado.

    Para obter mais informações sobre o método de cálculo, consultar o manual do RF-GLASS, capítulo 2.

  • Resposta

    Apenas é possível definir a configuração por defeito de 1 incremento de carga quando é definido um modelo de material não linear complexo. Isto deve-se ao facto de o programa não conseguir determinar a resistência correta do material para cada quantidade de carga incremental. A carga máxima exata tem de ser aplicada à estrutura para determinar o estado do diagrama de tensão-extensão do material. 


    Figura 01 - Modelo de material – Material não linear definido

    Esta configuração pode ser encontrada e alterada em "Parâmetros de cálculo", bem como em "Parâmetros de cálculo" na caixa de diálogo de casos e combinações de carga. 


  • Resposta

    O seguinte código de exemplo mostra como obter diferentes parâmetros de cálculo através da interface COM. Também é demonstrado como especificar uma configuração para desativar a rigidez de corte:

        '   get model interface
        Set iApp = iModel.GetApplication()
        iApp.LockLicense
        
        '   get calculation interface
        Dim iCalc As RFEM5.ICalculation2
        Set iCalc = iModel.GetCalculation
        
        '   get surface bending theory
        Dim calc_bend As RFEM5.BendingTheoryType
        calc_bend = iCalc.GetBendingTheory
        
        '   get settings for nonlinearities
        Dim calc_nl As RFEM5.CalculationNonlinearities
        calc_nl = iCalc.GetNonlinearities
        
        '   get precision and tolerance settings
        Dim calc_prec As RFEM5.PrecisionAndTolerance
        calc_prec = iCalc.GetPrecisionAndTolerance
        
        '   get calculation settings
        Dim calc_sets As RFEM5.CalculationSettings
        calc_sets = iCalc.GetSettings
        
        '   get calculation options
        Dim calc_opts As RFEM5.CalculationOptions
        calc_opts = iCalc.GetOptions
        
        '   set ShearStiffness to false
        calc_opts.ShearStiffness = False
        iCalc.SetOptions calc_opts

    No anexo, encontra uma macro do EXCEL para descarregar.
  • Resposta

    Uma vez que o betão tem um comportamento de material não linear que só pode ser simulado com o módulo CONCRETE NL, não é possível analisá-lo com o módulo adicional RF-STABILITY.

    A utilização de outro modelo de material, como isotrópico linear elástico ou isotrópico plástico, não representaria corretamente a formação de fendas, por isso, os resultados não são utilizáveis.

    Uma análise de estabilidade em pilares pode ser realizada com o RF-CONCRETE Columns ou o RF-CONCRETE NL. Pode encontrar um pequeno exemplo em Downloads.

    Este exemplo inclui a verificação de um pilar através do módulo adicional RF-CONCRETE Columns. Tenha em atenção que o cálculo dos esforços internos no RFEM é realizado de acordo com a teoria de primeira ordem e não são necessárias imperfeições porque o método utilizado no módulo as tem em consideração.

    O exemplo também inclui a verificação com o RF-CONCRETE NL. Por outro lado, aqui é necessário calcular de acordo com a teoria de segunda ordem e são necessárias imperfeições sob a forma de inclinações. Para uma melhor comparabilidade, a disposição da armadura longitudinal foi alinhada com o resultado do RF-CONCRETE Columns, conforme demonstrado nas Figuras 01 e 02. Como a armadura é otimizada pelo módulo após um novo cálculo, a armadura desejada foi gravada como modelo (ver seta vermelha).

  • Resposta

    O cálculo assíncrono é utilizado se um programa criado por si só abrir ou continuar o RFEM ou o RSTAB. Quando o cálculo é concluído, o evento é transferido através de um delegado. Você pode encontrar um exemplo de C # em um projeto do Visual Studio na área de download abaixo.
  • Resposta

    De fato, esta mensagem de erro aparece apenas se uma articulação da extremidade da barra que permite uma rotação sobre o eixo x local foi atribuída a uma barra nas duas extremidades. Assim, a barra pode rodar livremente sobre o seu próprio eixo e é por isso instável.

    Atribua um novo lançamento a uma das extremidades da barra onde o grau de liberdade φx não é articulado.
  • Resposta

    Na Tabela 1.3 Superfícies, é possível especificar os parâmetros na guia correspondente para a determinação automática do coeficiente de fluência e deformação de encolhimento. Se necessário, também é possível inserir valores definidos pelo usuário.

1 - 10 de 114

Contacto

Contacto da Dlubal

Encontrou a sua pergunta? Se não for o caso, entre em contacto connosco por e-mail, chat ou no fórum de discussão, ou então envie-nos a sua questão através do formulário online.

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Primeiros passos

first-steps

Aqui damos-lhe algumas dicas e informações úteis que o ajudam a familiarizar-se mais rapidamente com os programas principais RFEM e RSTAB.

Simulação de vento e geração de cargas de vento

O programa autónomo RWIND Simulation permite simular fluxos de vento em estruturas simples ou complexas através de um túnel de vento digital.

As cargas de vento geradas que atuam sobre esses objetos podem ser importadas para o RFEM ou o RSTAB.

O vosso apoio técnico é de longe o melhor

"“Obrigado pela informação valiosa.

Gostaria de elogiar a equipa de apoio ao cliente. Fico sempre surpreendido com a rapidez e o profissionalismo com que as questões são respondidas. Utilizei muito software com um contrato de apoio no domínio da análise estrutural, mas o seu apoio é de longe o melhor. "