Perguntas mais frequentes (FAQs)

Procurar pergunta

Show Filter Hide Filter





Apoio ao cliente a toda hora

Base de dados de conhecimento

Para além do serviço de apoio técnico (p. ex. via chat), pode encontrar na nossa página de Internet material de apoio que pode ser útil para os seus trabalhos com o software Dlubal.

Newsletter

Receba regularmente informação sobre novidades, dicas úteis, eventos planeados, ofertas especiais e vales.

  • Resposta

    Atualmente, o dimensionamento não é implementado nos módulos do RF-CONCRETE. Nas barras ou superfícies do RF-CONCRETE, é possível determinar os parâmetros de entrada para o dimensionamento, tais como a tensão do aço de reforço. O dimensionamento propriamente dito tem de ser realizado fora do programa.

    Para o cálculo de betão pré-esforçado, o programa no módulo adicional RF-TENDON Design executa o dimensionamento de fadiga segundo a EN 1992-1-1 6.8.5. Para este efeito, utilize a combinação de resultados do Tipo Fadiga.
  • Resposta

    Actualmente, não é possível visualizar uma secção composta betão-betão. Para tal, o cálculo do estado estrutural tem de ser acoplado ao solucionador de secção. No momento, estamos trabalhando para a possibilidade de isso ser possível em versões futuras.
  • Resposta

    Para o dimensionamento da estabilidade dos elementos de compressão, é necessária a combinação dos RF-CONCRETE Members e do RF-CONCRETE NL. O motivo é o seguinte:

    Primeiro, as forças internas das combinações de carga individuais (análise de segunda ordem + imperfeição) são submetidas ao cálculo elástico linear. Para isso, basicamente necessita apenas do RFEM.

    De seguida, o dimensionamento da secção é realizado em barras RF-CONCRETE com estas forças internas determinadas de forma linear elástica e a armadura de flexão necessária é determinada a partir dessas forças internas.

    Esta armadura de flexão é então comparada com as entradas definidas pelo utilizador relativas à armadura básica existente ou à armadura mínima e com base nelas é gerado o conceito de armadura (caixa de diálogo 3.1 Reforço longitudinal existente do módulo).

    Esta armadura longitudinal existente é então utilizada para o dimensionamento não linear.

    De acordo com a Seção 5.8.6 (1), as não-linearidades geométricas devem ser consideradas de acordo com a análise de segunda ordem. Contudo, as regras gerais para métodos não lineares de acordo com 5.7 também se aplicam.

    Na seção 5.7 (1), "assume-se um comportamento não linear adequado para os materiais". De acordo com o ponto 5.7 (4) P, a utilização de características do material que representam a rigidez de forma realista, tendo em consideração as incertezas da rotura, deve ser utilizada quando é utilizada a análise não linear.

    Isto requer o módulo adicional RF-CONCRETE NL. Assim, as não-linearidades geométricas e do material são consideradas e os requisitos do EC 2 relativos ao dimensionamento do estado limite último são satisfeitos.

    Da mesma forma, este método também está disponível no RSTAB no módulo adicional CONCRETE.

  • Resposta

    Quando cria uma nova secção no RFEM, pode selecionar diferentes tipos de secções na categoria "Paramétrico - Maciço". Quando o cursor do rato se encontra por instantes, é exibida uma mensagem informando quais módulos adicionais dimensionam esta secção (ver Figura 01).

    As secções marcadas a verde na Figura 01 podem ser dimensionadas com CONCRETE e RF-CONCRETE Members. No entanto, uma "secção Pi, tipo A" não é adequada para o dimensionamento com os elementos CONCRETE ou RF-CONCRETE. Contudo, como apresentado na caixa de diálogo Informação, o RF-TENDON permite-lhe analisar a secção. Assim, pode selecionar esta secção para uma barra no RFEM e dimensioná-la no módulo adicional RF-TENDON Design.

    Por que razão não pode dimensionar todas as secções transversais no CONCRETE ou no RF-CONCRETE Members?

    Isto é devido às camadas de armadura disponíveis para os tipos de secções individuais. Por exemplo, se cria e dimensiona uma seção retangular, é possível encontrar a correspondente camada de armadura no MODELO CONCRETO 1.6, isto é, a possível distribuição da armadura (ver Figura 02). Diferentes diagramas de armaduras são possíveis para uma secção retangular. Estas camadas de reforço são necessárias para determinar as tensões e deformações na secção e assim a necessária armadura.

    Para outras secções, tais como secções Pi, esta informação não está disponível no atual estado de desenvolvimento. Portanto, não pode defini-los com CONCRETE ou RF-CONCRETE Members.

    Se o programa DICKQ está licenciado, pode criar a estrutura estática com secção Pi no RFEM / RSTAB e determinar as forças internas determinantes. No DICKQ seria então possível definir a secção, importar as forças internas do RFEM / RSTAB e dimensionar manualmente a armadura longitudinal manualmente.

    Pode encontrar mais informação sobre DICKQ no seguinte link: https://www.dlubal.com/pt/US/produtos/secretos-secretos-silitares/dickq

    Com DICKQ, pode definir livremente secções massivas.

  • Resposta

    Na Tabela 2.1 do RF-CONCRETE Surfaces, a profundidade não é dimensionável para algumas localizações porque a tensão de compressão do betão é demasiado alta (ver Figura 01). Nesta janela, também pode verificar os detalhes de dimensionamento para a linha resultante selecionada na tabela acima através do botão [Informações]. Numa nova janela, os valores mostram que a força da membrana resistente é menor do que a força da membrana de dimensionamento na direção da escora (ver Figura 02).

    O programa exibe uma mensagem não sensível correspondente em todos os elementos finitos com tensões de compressão de betão muito altas.

    Pode encontrar o contexto teórico para este dimensionamento no manual do RF-CONCRETE Surfaces, por exemplo. Pode transferi-lo através da ligação de literatura abaixo ou utilize a tecla [F1] para abrir o módulo.

    De forma a neutralizar a não designabilidade, é possível proceder da seguinte

    • A não-desideratização pode ser causada por singularidades .
    • Assim que a chapa não é pura, a otimização do tamanho da força interna pode ser a causa. Deve ser desativado para cascas e cascas (Figura 3).
    • É possível adicionar uma terceira direção de reforço (Figura 4).
    • O tipo de betão pode ser aumentado
    • A espessura da superfície pode ser aumentada

  • Resposta

    Por favor, verifique as configurações na tela 1.4 "Longitudinal Reinforcement" guia. Se a armadura longitudinal para a prova de força lateral é a opção "Aproximação do valor mais alto da armadura longitudinal exigida e existente (armadura básica e adicional) por direção de reforço." conjunto e adicionalmente define um reforço de base existente, ele pode vir nos resultados para um reforço requerido localmente aumentado. A razão para isto pode ser explicada da seguinte forma: Se a reforço de força lateral puder ser evitada usando a armadura básica, então a armadura básica é definida como "requerida", pois os resultados da verificação da força de cisalhamento resultam apenas na suposição de que a armadura básica é realmente projetada.

  • Resposta

    Isto é possível com o módulo adicional RF-BETON Surfaces . No módulo Superfícies RF-CONCRETE, primeiro selecione uma carga para o estado limite de serviço na tela 1.1 Informações básicas. Você pode então definir as especificações para determinar a armadura mínima para absorver a ação forçada na guia 1.3 Superfícies da guia Limitando a largura da fissura .

  • Resposta

    Pode utilizar os módulos de barras RF-CONCRETE e superfícies de RF-CONCRETE para executar o dimensionamento no estado II (dimensionamento não-linear) separadamente para barras e superfícies. Para isso, é necessário o módulo adicional RFEM-CONCRETE NL.

    Após efectuar um cálculo no estado II (para o estado de serviço, com dimensionamento não linear) em barras RF-CONCRETE ou superfícies RF-CONCRETE, pode exportar a rigidez não-linear resultante para o RFEM. Esta rigidez não linear do dimensionamento da barra ou do dimensionamento da superfície pode ser posteriormente utilizada opcionalmente para o cálculo das forças internas em casos de carga individuais ou combinações de carga.

    O método descrito é possível para o dimensionamento separado de barras e superfícies. Infelizmente, isso não é exato para um sistema misto de barras e superfícies, porque não há interação entre os dois módulos RF-CONCRETE e RF-CONCRETE Surfaces. Neste caso, no entanto, pode exibir as barras como um modelo de superfície e também utilizar estas superfícies equivalentes (para as barras) para o dimensionamento em superfícies RF-CONCRETE. Com este "modelo substituto", pode agora determinar as deformações no estado II. Para tal, pode utilizar o módulo RF-CONCRETE NL (dimensionamento não linear) ou o módulo adicional RF-CONCRETE Deflect (método analítico).

Contacto

Contacto da Dlubal

Encontrou a sua pergunta? Se não for o caso, entre em contacto connosco por e-mail, chat ou no fórum de discussão, ou então envie-nos a sua questão através do formulário online.

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Primeiros passos

first-steps

Aqui damos-lhe algumas dicas e informações úteis que o ajudam a familiarizar-se mais rapidamente com os programas principais RFEM e RSTAB.

Simulação de vento e geração de cargas de vento

O programa autónomo RWIND Simulation permite simular fluxos de vento em estruturas simples ou complexas através de um túnel de vento digital.

As cargas de vento geradas que atuam sobre esses objetos podem ser importadas para o RFEM ou o RSTAB.

O vosso apoio técnico é de longe o melhor

"“Obrigado pela informação valiosa.

Gostaria de elogiar a equipa de apoio ao cliente. Fico sempre surpreendido com a rapidez e o profissionalismo com que as questões são respondidas. Utilizei muito software com um contrato de apoio no domínio da análise estrutural, mas o seu apoio é de longe o melhor. "