Perguntas mais frequentes (FAQs)

Procurar pergunta




Apoio ao cliente a toda hora

Base de dados de conhecimento

Para além do serviço de apoio técnico (p. ex. via chat), pode encontrar na nossa página de Internet material de apoio que pode ser útil para os seus trabalhos com o software Dlubal.

Newsletter

Receba regularmente informação sobre novidades, dicas úteis, eventos planeados, ofertas especiais e vales.

  • Resposta

    Na maioria dos casos, apenas o nome do material é transferido. Se o nome difere do nome da Base de dados de materiais da Dlubal, os parâmetros base (módulo de elasticidade, módulo de corte etc.) ou as propriedades adicionais (limites de elasticidade, forças de tensão, deformação limite etc.) não estão definidos. Em tais casos, nem sequer é possível determinar as forças internas da estrutura.

    Algumas interfaces (por exemplo Revit) são capazes de transferir as propriedades básicas. No entanto, os módulos de dimensionamento apresentam problemas porque requerem propriedades adicionais do material. No entanto, estas estão apenas disponíveis como informação nas bases de dados específicas da Dlubal.

    Podemos resolver este tópico através da ligação do nome do material importado com o nome único da biblioteca de materiais da Dlubal. Essa ligação pode ser feita nas tabelas de conversão. Para abrir as tabelas, clique em "Ficheiro" - "Importar" no separador "Detalhes". O manuseio é relativamente simples. À esquerda, insira o nome do material a partir do arquivo de exportação ou do aplicativo CAD. À direita, o nome de acordo com a base de dados de materiais da Dlubal. Também pode ser chamado diretamente.

    Se tem várias entradas com uma notação semelhante, pode utilizar as chamadas "expressões regulares". Mais ajuda pode ser encontrada no próprio ficheiro de conversão. O caminho é apresentado nas configurações detalhadas.

    O utilizador é solicitado para criar tabelas próprias. A Dlubal não pode fornecer tabelas devido à multiplicidade de programas e notações.
  • Resposta

    Este problema ocorre se a descrição da seção importada não existe no RFEM / RSTAB. Para tais casos, é possível criar um tipo de 'tabela de tradução' na forma de um ficheiro de conversão. Pode abri-lo no separador "Detalhes" da caixa de diálogo "Importar" (ver Figura).

    Durante uma importação, o programa converte todas as secções entradas de forma a serem reconhecidas pelo RFEM / RSTAB.

    De igual modo, está disponível uma tabela de conversão para materiais.

Contacto

Contacto da Dlubal

Encontrou a sua pergunta? Se não for o caso, entre em contacto connosco por e-mail, chat ou no fórum de discussão, ou então envie-nos a sua questão através do formulário online.

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Primeiros passos

first-steps

Aqui damos-lhe algumas dicas e informações úteis que o ajudam a familiarizar-se mais rapidamente com os programas principais RFEM e RSTAB.

O vosso apoio técnico é de longe o melhor

“Muito obrigado por toda a informação.

Gostaria de elogiar a equipa de apoio ao cliente. Fico sempre surpreendido com a rapidez e o profissionalismo com que as questões são respondidas. Na área da análise de estruturas, utilizo vários softwares inclusive com contratos de assistência, mas o vosso apoio técnico é de longe o melhor.”