Funções do Programa

Funções úteis do programa

Os programas e os módulos adicionais da da Dlubal Software incluem uma vasta gama de funções de potencial elevado.

Estando o nosso software em constante desenvolvimento, vão sendo adicionadas constantemente novas funções. Ao fazê-lo, temos também em consideração os pedidos e desejos dos nossos utilizadores.

  • Características do produto

Procurar

Mostrar filtro Ocultar filtro






Porquê a Dlubal Software?

Soluções

  • Mais de 86 000 utilizadores em 95 países
  • Um pacote de software para todas as áreas de aplicação
  • Apoio técnico gratuito por parte de engenheiros experientes
  • Tempo de aprendizagem curto e software intuitivo/autoexplicativo
  • Excelente relação preço-desempenho
  • Conceito em módulos flexível que pode ser ampliado conforme necessário
  • Sistema de licença por escalas com licenças de utilizador individuais e de rede
  • Software conhecido e comprovado em muitos projetos de renome

Newsletter

Receba regularmente informação sobre novidades, dicas úteis, eventos planeados, ofertas especiais e vales.

Simulação de vento e geração de cargas de vento

Manuais do RWIND Simulation

Com o programa autónomo RWIND Simulation, pode simular fluxos de vento em torno de estruturas simples ou complexas através de um túnel de vento digital.

As cargas de vento geradas que atuam nestes objetos podem ser importadas para o RFEM ou RSTAB.

1 - 10 de 447

Ordenar por:

Itens:

  • Interface de utilizador do RWIND Simulation disponível em vários idiomas

    O programa RWIND Simulation para gerar cargas de vento com base em CFD pode ser utilizado em diferentes idiomas, por exemplo, em:

    • Alemão
    • Inglês
    • Checo
    • Espanhol
    • Francês
    • Italiano
    • Polaco
    • Português
    • Russo
  • Desempenho de cálculo melhorado através da consideração otimizada dos graus de liberdade nodais no RFEM

    Aumento do desempenho de cálculo através da redução dos graus de liberdade dos nós

    Novo

    001416

    RFEM

    Cálculo

    O número de graus de liberdade num nó já não é um parâmetro de cálculo global no RFEM (6 graus de liberdade para cada nó da malha em modelos 3D, 7 graus de liberdade para a análise de empenamento com torção). Assim, de um modo geral, cada nó é considerado com um número diferente de graus de liberdade, o que leva a um número variável de equações no cálculo.

    Esta modificação acelera o cálculo, especialmente em modelos onde é alcançada um redução significativa do sistema (por exemplo, treliças e estruturas de membrana).

  • Definição de rugosidade da parede no RWIND Simulation

    Consideração de superfícies de modelo rugosas no RWIND Simulation

    O programa RWIND Simulation permite considerar a rugosidade da superfície de um modelo mediante a aplicação de uma condição modificada de contorno da parede. O modelo numérico por detrás é baseado no pressuposto de que os grãos com um determinado diâmetro estão dispostos de forma homogénea na superfície do modelo, à semelhança de uma lixa. O diâmetro do grão é descrito com o parâmetro Ks e a distribuição com o parâmetro Cs. Ao considerar a rugosidade da parede, a simulação numérica do fluxo pode captar a realidade mais de perto.

  • Numérico de segunda ordem Esquema no RWIND Simulation

    Esquema numérico de segunda ordem no RWIND Simulation

    O espaço de volume no RWIND Simulation pode ser opcionalmente discretizado com uma abordagem de segunda ordem entre as células.

    Esta abordagem mais extensa geralmente produz resultados mais precisos, apesar do comportamento de convergência pior.

  • Malha de camadas de superfície do modelo no RWIND Simulation

    Malha de camadas de superfície do modelo no RWIND Simulation

    O algoritmo de malha do RWIND Simulation utiliza a opção de camada de contorno para gerar uma malha de camada volumosa na área na proximidade da superfície do modelo. O número de camadas é controlado por um parâmetro definido pelo utilizador.

    Esta malha fina na área da superfície do modelo ajuda a representar de forma realística a velocidade do vento na proximidade da superfície.

  • Visualização aumentada das deformações de superfícies no RFEM

    Visualização aumentada das deformações no RFEM

    001412

    RFEM

    Resultados

    O Navegador de projetos – Resultados do RFEM assim como a Tabela 4.0 permitem a visualização aumentada das deformações de barras, superfícies e sólidos (por exemplo, deformações principais importantes, deformações totais equivalentes etc.).

    Por exemplo, é possível visualizar as deformações plásticas determinantes ao realizar o dimensionamento plástico de ligações com elementos de superfície.

  • Ativação do modo de voo da câmara no RFEM

    Modo de voo da câmara

    Com a opção de visualização Modo de voo da câmara, pode voar através da sua estrutura do RFEM ou do RSTAB. A direção e a velocidade do voo podem ser controladas com o seu teclado. Além disso, pode guardar o voo através da sua estrutura em formato de vídeo.

  • Modelo de material ''Alvenaria ortotrópica 2D''

    Modelo de material Alvenaria ortotrópica 2D

    O modelo de material Alvenaria ortotrópica 2D é um modelo elastoplástico que permite adicionalmente o amolecimento do material e que pode ser diferente nas direções locais x e y de uma superfície. O modelo de material é adequado para paredes de alvenaria (sem armadura) com cargas no plano.

  • Secção efetiva de uma secção em Z formada a frio no SHAPE-THIN 9

    SHAPE-THIN | Secções formadas a frio

    O programa determina as secções efetivas dos perfis formados a frio de acordo com as normas EN 1993-1-3 e EN 1993-1-5. As relações geométricas mencionadas na EN 1993-1-3, Secç. 5.2 relativamente à aplicabilidade da norma, podem ser verificadas opcionalmente.

    Os efeitos da encurvadura local da placa são considerados de acordo com o método das larguras reduzidas e a possível encurvadura dos reforços (instabilidade da forma) é considerada para as secções reforçadas de acordo com a EN 1993-1-3, Secç. 5.5.

    Como opção, é possível realizar um cálculo iterativo para otimizar a secção efetiva. 

    As secções efetivas podem ser representadas graficamente.

    Leia mais sobre o dimensionamento de secções formadas a frio com o SHAPE-THIN e o RF-/STEEL Cold-Formed Sections no artigo técnico: Dimensionamento de uma secção C de parede fina formada a frio de acordo com a norma EN 1993-1-3.

  • Ativação das verificações para secções formadas a frio no RF-/STEEL EC3

    RF-/STEEL Cold-Formed Sections | Entrada de dados

    001405

    Geral

    Uma vez que o RF-/STEEL Cold-Formed Sections está totalmente integrado no RF-/STEEL EC3, os dados são introduzidos da mesma forma como para o dimensionamento habitual neste módulo. Apenas é necessário selecionar a opção de verificação para secções formadas a frio na caixa de diálogo ''Detalhes''.

1 - 10 de 447

Contacto

Contactar a Dlubal

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto com a nossa equipa de apoio técnico gratuita por e-mail, chat ou no fórum, ou então consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Primeiros passos

Primeiros passos

Oferecemos -lhe informação e dicas para o ajudar a começar a utilizar os programas básicos RFEM e RSTAB.

Software poderoso e versátil

"Penso que o software é tão poderoso e poderoso que as pessoas irão apreciar o seu desempenho se implementado corretamente."

Ótimas funções

"Utilizo o software da Dlubal há já mais de um ano e continuo impressionado com as numerosas capacidades/flexibilidades que o programa oferece, particularmente a habilidade de fazer frente a desafios de dimensionamento e requisitos fora do vulgar típicos no meu trabalho diário."

Apoio ao cliente 24/7

Além do apoio técnico pessoal (por exemplo, por e-mail, chat), pode encontrar ajuda e informação no nosso site.