Funções do Programa

Procurar






Porquê o software da Dlubal?

Soluções

  • Mais de 45 000 utilizadores em 95 países
  • Um pacote de programas para todas as áreas de aplicação
  • Aprendizagem curta e manuseamento intuitivo
  • Apoio técnico gratuito de engenheiros experientes
  • Excelente relação preço/qualidade
  • Concepção de software em módulos com possibilidade de adquirir extensões
  • Sistema de licenças por escalas com licenças individuais e em rede
  • Software com provas dadas em muitos projetos de referência

Newsletter

Receba regularmente informação sobre novidades, dicas úteis, eventos planeados, ofertas especiais e vales.

  1. Solicitação de torção nos pontos de cruzamento de uma placa de madeira laminada cruzada no RFEM

    Dimensionamento à torção no RF-LAMINATE

    No módulo adicional RF-LAMINATE do RFEM é possível verificar tensões de corte de torção na sobreposição de valores de secção líquido e brutos. A verificação é efetuada respetivamente para as direções x e y. Na análise são verificados os carregamentos dos pontos de cruzamento das placas de madeira laminada cruzada.
  2. RF-/JOINTS Timber - Timber to Timber | Funções

    • Dimensionamento de ligações articuladas
    • Inclinação biaxial da barra conectada (p. ex. ligação de viga de cobertura)
    • Ligação de número infinito de barras num nó para o tipo ‘Só barra principal’
    • Diâmetros de parafuso de 6 mm – 12 mm
    • Verificação automática do espaçamento mínimo entre parafusos
    • Definição opcional livre de espaçamentos de parafusos
    • Transferência de excentricidade do modelo do RFEM/RSTAB
    • Alinhamento de parafusos em cruz ou paralelo
    • Definição de até 16 parafusos numa linha
    • Visualização gráfica de ligações no módulo adicional RFEM/RSTAB
    • Execução de todas as verificações necessárias
  3. Janela 1.1 Dados gerais

    RF-/JOINTS Timber - Timber to Timber | Entrada de dados

    Em primeiro lugar é necessário selecionar o tipo de ligação e a norma para o dimensionamento.

    As barras a serem conectadas são importadas do modelo do RFEM/RSTAB. O módulo verifica automaticamente se todas as condições geométricas são cumpridas.

    As cargas são igualmente importadas automaticamente do RFEM/RSTAB. Na janela Geometria podem ser especificados os parâmetros dos parafusos (diâmetro, comprimento, ângulo etc.).

  4. Parâmetros do anexo nacional

    RF-/JOINTS Timber - Timber to Timber | Dimensionamento

    O módulo efetua as seguintes verificações:

    • Verificação do espaçamento mínimo entre parafusos
    • Capacidade portante de cada parafuso
  5. Resultados na tabela

    RF-/JOINTS Timber - Timber to Timber | Resultados

    As verificações determinantes são resumidas numa tabela e representadas em conjunto com a geometria das ligações. Nas seguintes tabelas de resultados são listados todos os detalhes relevantes das verificações.

    As dimensões e as propriedades de materiais importantes para a construção das ligações são representadas de forma imediata e existe a possibilidade das imprimir diretamente ou as exportar para um ficheiro DXF. As ligações podem ser visualizadas tanto no RF-/JOINTS Timber - Timber to Timber como no modelo RFEM/RSTAB.

    Qualquer dos gráficos pode ser inserido no relatório de impressão do RFEM/RSTAB ou imprimido diretamente. Graças à saída dos gráficos à escala, a verificação visual torna-se logo possível durante a fase de dimensionamento.

  6. RX-TIMBER Continuous Beam | Funções do programa

    • Dimensionamento das seguintes formas de geometria:
      • Viga de um vão com e sem consola
      • Viga contínua com e sem consola
      • Viga articulada com e sem consola
    • Na EN 1995 estão de momento disponíveis os seguintes documentos de aplicação nacional:
        •  NF EN 1995-1-1/NA:2010-05 (França)
        •  DIN EN 1995-1-1/NA:2013-08 (Alemanha)
        • United Kingdom BS EN 1995-1-1/NA:2009-10 (Reino Unido)
        •  ÖNORM B 1995-1-1:2015-06 (Áustria)
        • Belgium NBN EN 1995-1-1/ANB:2012-07 (Bélgica) 
        •  CSN EN 1995-1-1:2009-07 (República Checa)
        •  DK EN 1995-1-1/NA:2011-12 (Dinamarca)
        •  SFS EN 1995-1-1/NA:2007-11 (Finlândia)
        •  UNI EN 1995-1-1/NA:2010-09 (Itália)
        •  NEN EN 1995-1-1/NB:2007-11 (Holanda)
        •  PN EN 1995-1-1/NA:2010-09 (Polónia)
        •  STN EN 1995-1-1/NA:2008-12 (Eslováquia)
        •  SIST EN 1995-1-1/A101:2006-03 (Eslovénia)
        •  SS EN 1995-1-1 (Suécia)
    • Geração automática de cargas de vento e neve
    • Muitas reduções opcionais de acordo com a norma selecionada
    • Entrada simples da geometria com gráficos de apoio
    • Entrada livre de geometrias de secção variável. Através da seleção livre do ângulo de corte de cumeeira, o dimensionamento das zonas de compressão e tração para flexão pode ser especificado pelo utilizador.
    • Biblioteca de materiais extensa que pode ser expandida pelo utilizador
    • Determinação de quocientes de verificação, reações de apoio e deformações
    • Escalas de referência coloridas nas tabelas de resultados
    • Exportação direta de dados para MS Excel ou OpenOffice.org Calc
    • Interface DXF para criação de documentos de produção em CAD
    • Idiomas do programa: português, espanhol, francês, alemão, inglês, italiano, checo, russo e polaco
    • Relatório de impressão com todas as verificações necessárias, entre outros, nos seguintes idiomas: português, espanhol, francês, alemão, inglês, italiano, russo, checo, polaco e neerlandês
    • Importação direta de ficheiros stp de diversos programas CAD
  7. RX-TIMBER Column | Funções do programa

    • Dimensionamento dos seguintes tipos de pilar:
      • Pilar bi-articulado, opcionalmente com restrição elástica no topo ou na base
      • Consola, opcionalmente com restrição elástica da base
    • Entrada simples da geometria com gráficos de apoio
    • Biblioteca de materiais extensa
    • Atribuição de estruturas portantes para classes de utilização e especificação de categorias de classes de utilização
    • Opção de configuração detalhada para a verificação da proteção contra incêndio
    • Especificação da deformação limite para a verificação do estado limite de utilização
    • Determinação das relações de cálculo, forças nos apoios e deformações
    • Escalas de referência coloridas nas tabelas de resultados
    • Relatório de impressão com todas as verificações necessárias
    • Na EN 1995 estão de momento disponíveis os seguintes documentos de aplicação nacional:
        •  NF EN 1995-1-1/NA:2010-05 (França)
        •  DIN EN 1995-1-1/NA:2013-08 (Alemanha)
        • United Kingdom BS EN 1995-1-1/NA:2009-10 (Reino Unido)
        •  ÖNORM B 1995-1-1:2015-06 (Áustria)
        • Belgium NBN EN 1995-1-1/ANB:2012-07 (Bélgica)
        •  CSN EN 1995-1-1:2009-07 (República Checa)
        •  DK EN 1995-1-1/NA:2011-12 (Dinamarca)
        •  SFS EN 1995-1-1/NA:2007-11 (Finlândia) 
        •  UNI EN 1995-1-1/NA:2010-09 (Itália)
        •  NEN EN 1995-1-1/NB:2007-11 (Holanda)
        •  PN EN 1995-1-1/NA:2010-09 (Polónia)
        •  STN EN 1995-1-1/NA:2008-12 (Eslováquia)
        •  SIST EN 1995-1-1/A101:2006-03 (Eslovénia)
        •  SS EN 1995-1-1 (Suécia)
    • Geração automática de cargas de vento e neve
    • Muitas reduções opcionais de acordo com a norma selecionada
    • Exportação direta de dados para MS Excel ou OpenOffice.org Calc
    • Idiomas do programa: português, espanhol, francês, alemão, inglês, italiano, russo, polaco e checo
    • Relatório de impressão com todas as verificações necessárias, entre outros, nos seguintes idiomas: português, espanhol, francês, alemão, inglês, italiano, russo, checo, polaco e neerlandês
    • Importação direta de ficheiros stp de diversos programas CAD
  8. RX-TIMBER Purlin | Características do programa

    • Os seguintes tipos de geometria podem ser dimensionados:
      • Viga de um vão com e sem consola
      • Viga contínua com e sem consola
      • Viga articulada com e sem consola
    • Geração automática de cargas de vento e neve
    • Criação automática das combinações necessárias para as verificações do estado limite último, do estado limite de utilização e da proteção contra incêndio
    • Na EN 1995 estão de momento disponíveis os seguintes documentos de aplicação nacional:
        •  NF EN 1995-1-1/NA:2010-05 (França)
        •  DIN EN 1995-1-1/NA:2013-08 (Alemanha)
        • United Kingdom BS EN 1995-1-1/NA:2009-10 (Reino Unido)
        •  ÖNORM B 1995-1-1:2015-06 (Áustria)
        • Belgium NBN EN 1995-1-1/ANB:2012-07 (Bélgica) 
        •  CSN EN 1995-1-1:2009-07 (República Checa)
        •  DK EN 1995-1-1/NA:2011-12 (Dinamarca)
        •  SFS EN 1995-1-1/NA:2007-11 (Finlândia)
        •  UNI EN 1995-1-1/NA:2010-09 (Itália)
        •  NEN EN 1995-1-1/NB:2007-11 (Holanda)
        •  PN EN 1995-1-1/NA:2010-09 (Polónia)
        •  STN EN 1995-1-1/NA:2008-12 (Eslováquia)
        •  SIST EN 1995-1-1/A101:2006-03 (Eslovénia)
        •  SS EN 1995-1-1 (Suécia)
    • As opções de otimização podem ser definidas pelo utilizador e consideradas segundo a respetiva norma:
      • Redução da força de corte para cargas concentradas perto do apoio
      • Redução da força transversal para introdução de carga no ponto superior da secção
      • Redistribuição de momentos na zona de apoio
      • Redução da tensão de torção através da entrada do momento especificado pelo utilizador
      • Aumento das rigidezes de flexão para ações na borda plana ou de lado
    • Entrada simples da geometria com gráficos de apoio
    • Biblioteca de materiais extensa para ambas as normas
    • A biblioteca de materiais pode ser expandida com mais materiais.
    • Biblioteca extensa para cargas permanentes
    • Atribuição de estruturas portantes para classes de utilização e especificação de categorias de classes de utilização
    • Determinação de quocientes de verificação, reações de apoio e deformações
    • Breve informação sobre verificações cumpridas e não cumpridas
    • Escalas de referência coloridas nas tabelas de resultados
    • Exportação de dados direta para o MS Excel
    • Idiomas do programa: português, espanhol, francês, etc. (no total 9 idiomas)
    • Relatório de impressão com todas as verificações necessárias, entre outros, nos seguintes idiomas: português, espanhol, francês, alemão, inglês, italiano, russo, checo, polaco e neerlandês
    • Importação direta de ficheiros stp de diversos programas CAD
  9. RX-TIMBER Brace | Características do programa

    • Os seguintes tipos de cobertura podem ser dimensionados:
      • Cobertura de uma água
      • Cobertura de duas águas
      • Cobertura em arco
    • Nos seguintes tipos de cobertura é possível uma livre seleção de diagonais de reforço. Estão disponíveis os seguintes tipos:
      • Diagonais descendentes
      • Diagonais ascendentes
      • Diagonais cruzadas com verticais
      • Diagonais cruzadas sem verticais
      • Diagonais cruzadas de bandas de aços (tirantes)
    • Bandas de janelas na cumeeira podem ser consideradas selecionando uma parte intermédia interior
    • De momento estão disponíveis os seguintes anexos nacionais (AN) para o dimensionamento segundo o EC 5:
        •  NF EN 1995-1-1/NA:2010-05 (França)
        •  DIN EN 1995-1-1/NA:2013-08 (Alemanha)
        • United Kingdom BS EN 1995-1-1/NA:2009-10 (Reino Unido)
        •  ÖNORM B 1995-1-1:2015-06 (Áustria)
        • Belgium NBN EN 1995-1-1/ANB:2012-07 (Bélgica)
        •  CSN EN 1995-1-1:2009-07 (República Checa)
        •  DK EN 1995-1-1/NA:2011-12 (Dinamarca)
        •  SFS EN 1995-1-1/NA:2007-11 (Finlândia)
        •  UNI EN 1995-1-1/NA:2010-09 (Itália)
        •  NEN EN 1995-1-1/NB:2007-11 (Holanda)
        •  PN EN 1995-1-1/NA:2010-09 (Polónia)
        •  STN EN 1995-1-1/NA:2008-12 (Eslováquia)
        •  SIST EN 1995-1-1/A101:2006-03 (Eslovénia)
        •  SS EN 1995-1-1 (Suécia)
    • Entrada fácil de dados geométricos com gráficos úteis
    • Geração automática de cargas de vento
    • Criação automática das combinações necessárias para as verificações do estado limite último, do estado limite de utilização e proteção contra incêndio
    • Os casos de carga a serem utilizados podem ser definidos livremente
    • Biblioteca de materiais extensas
    • As bibliotecas de materiais podem ser completadas com mais materiais
    • Biblioteca extensa para cargas permanentes
    • Atribuição de estruturas portantes para classes de utilização e especificação de categorias de classes de utilização
    • Determinação de quocientes de verificação, reações de apoio e deformações
    • Breve informação sobre verificações cumpridas e não cumpridas
    • Escalas de referência coloridas nas tabelas de resultados
    • Exportação de dados direta para o MS Excel
    • Interface DXF para criação de documentos de produção em CAD
    • Idiomas do programa: português, espanhol, francês, italiano, alemão, inglês, checo, polaco e russo
    • Relatório de impressão com todas as verificações necessárias em vários idiomas, entre outros, em português
    • Na verificação do estado limite último, RX-TIMBER Brace divide a rigidez das articulações pelo coeficiente de segurança parcial. No estado limite de utilização, a verificação é efetuada através da rigidez média. Além disso, é possível definir separadamente os valores limite para o estado limite último e o estado limite de utilização.
  10. Diferentes vistas no RFEM com relação de cálculo

    RF-/TIMBER Pro | Resultados

    Após o dimensionamento efetuado com sucesso, os resultados são apresentados em tabelas bem organizadas. Cada valor intermédio pode ser confirmado, tornando as verificações transparentes. Os resultados são listados por caso de cargas, secções, barras e conjuntos de barras.

    Se a verificação não for cumprida, é possível submeter as secções em causa a um processo de otimização. As secções otimizadas podem, de seguida, ser transferidas para o RFEM/RSTAB para as recalcular. 

    A relação de cálculo é representada graficamente no modelo RFEM/RSTAB através de diferentes cores. Assim, zonas críticas ou sobredimensionadas podem rapidamente ser detetadas. A avaliação específica é também garantida através da representação dos diagramas de resultados na barra ou no conjunto de barras. 

    Os dados de entrado e saída em tabelas assim como os detalhes de dimensionamento e todos os gráficos podem ser incorporados no relatório de impressão do RFEM/RSTAB. Desta maneira, é garantida uma documentação clara e bem organizada.

1 - 10 de 51

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto com a nossa equipa de apoio técnico gratuita por e-mail, chat ou no fórum, ou então consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Primeiros passos

first-steps

Aqui damos-lhe algumas dicas e informações úteis que o ajudam a familiarizar-se mais rapidamente com os programas principais RFEM e RSTAB.

Software de alto rendimento e variável

“Acho que o software é tão poderoso e capaz, que as pessoas valorização verdadeiramente as suas capacidades após uma introdução apropriada.”

Base de dados de conhecimento

Base de dados de conhecimento

Na página ‘Base de dados de conhecimento’ pode encontrar vários artigos técnicos assim como sugestões e truques que se podem tornar úteis na resolução de problemas de engenharia estrutural com os programas da Dlubal Software.