Parametrização de modelos no RFEM 6/RSTAB 9

Artigo técnico sobre o tema análise estrutural e utilização do software Dlubal

  • Base de dados de conhecimento

Artigo técnico

Este artigo foi traduzido pelo Google Tradutor

Ver texto original

Os programas RFEM e RSTAB proporcionam uma entrada parametrizada como uma função vantajosa do produto para criar ou ajustar modelos através de variáveis. Desta forma, é possível introduzir os dados do modelo e os dados de carga como dependentes dessas variáveis (por exemplo, comprimento, largura, carga de tráfego etc.). Estas variáveis também são chamadas de parâmetros e são configuradas numa lista claramente ordenada disponível nos programas. Pode ser utilizado em fórmulas para determinar um valor numérico. Assim, se um parâmetro for alterado na lista de parâmetros, os resultados de todas as fórmulas que utilizam este parâmetro são adaptados.

Este artigo mostra como parametrizar o elemento de contraventamento da célula de treliça apresentada na Figura 1.

Assumindo que a estrutura já foi modelada no RFEM 6 através da atribuição de barras e da definição das condições de fronteira como apresentado na Figura 2, o passo seguinte é definir os contraventamentos. Conforme mencionado anteriormente, este elemento será definido através de uma entrada parametrizada. Desta forma, os parâmetros podem ser otimizados posteriormente e o programa pode determinar automaticamente a posição ideal do elemento.

Em primeiro lugar, pode criar nós intermédios tanto nas cordas superior (barra 2) como inferior (barra 3) e ligá-los com uma linha simples. Para definir esses nós, clique com o botão direito sobre a barra individual → dividir barra → n nós intermédios. É importante criar os nós sem dividir literalmente as barras; por isso, selecione a caixa de seleção associada, como apresentado na Figura 3.

Ao fazer isso, pode observar nas propriedades dos nós que eles são do tipo "Na barra" e que a barra continua a ser um elemento completo. Uma vez que a barra individual foi dividida por um nó intermédio, a distância relativa entre o nó criado e os nós inicial e final da barra é de 50%. No entanto, os quatro campos de entrada são interativos e, além desta especificação relativa, é possível introduzir o valor como uma distância absoluta (ou seja, comprimento).

Agora pode começar a atribuir os parâmetros através do menu Editar → Parâmetros globais. As variáveis a serem definidas são do grupo de unidades "comprimento", uma vez que estamos interessados em posicionar o elemento de contraventamento que é representado pela posição dos seus nós nas banzos superior e inferior. Assim, pode definir os parâmetros como apresentado na Figura 5; um para a corda superior (Xsuperior ) e outro para a corda inferior (Xinferior ). Desta forma, a posição dos nós será definida em relação aos valores específicos atribuídos a esses parâmetros.

Uma vez definidos os parâmetros, pode utilizá-los nas fórmulas para determinar os valores numéricos. Isso pode ser feito na janela "Editar" dos nós individuais, onde pode utilizar o editor de fórmulas para escrever uma fórmula para determinar a distância do nó ao nó inicial da barra. Por exemplo, a equação apresentada na Figura 6 indica que este comprimento será calculado como o valor do parâmetro Xsuperior adicionado a 0,5 m. Dado que Xtop foi inicialmente definido como 0, a equação resulta em 0,5, o que significa que o nó permanecerá a uma distância de 0,5 m (Figura 7).

A vantagem da entrada parametrizada é que, se um parâmetro é alterado na lista de parâmetros, os resultados de todas as fórmulas que usam este parâmetro são alterados. Assim, se reabrir a lista de parâmetros globais e definir o valor de Xsuperior como 0,1, a distância do nó em relação ao nó inicial da barra alterará automaticamente para 0,6 (Xsuperior + 0,5) e o nó será movido como apresentado na Figura 8.

Pode dar um passo adiante e utilizar outras vantagens do editor de fórmulas, como inserir uma propriedade de objeto na equação, como apresentado na Figura 9.

Utilize o ícone associado para abrir a lista grande de propriedades de objetos e suas subcategorias e selecione aquela que está interessado. Por exemplo, pode selecionar a coordenada_1, que é a coordenada X cartesiana de um nó. Pode indicar o nó associado na caixa de texto da fórmula, como apresentado na Figura 10. Neste exemplo, estamos interessados em calcular a distância do nó 5 em relação à coordenada X do nó 3. Isto significa que se o nó 3 for deslocado e a sua coordenada X for alterada, a posição do nó 5 será alterada automaticamente, uma vez que esta propriedade do objeto está incluída na fórmula.

Este artigo mostrou como definir parâmetros globais e como utilizá-los em fórmulas para determinar valores numéricos. Esses parâmetros também podem ser otimizados de acordo com diferentes aspetos, o que será tema de um futuro artigo da base de dados de conhecimento.

Autor

Irena Kirova, M.Sc.

Irena Kirova, M.Sc.

Marketing e apoio ao cliente

A Eng.ª Kirova é responsável pela criação de artigos técnicos e presta apoio técnico aos clientes da Dlubal.

Palavras-chave

Parametrização Parâmetros Entrada parametrizada

Ligações

Escreva um comentário...

Escreva um comentário...

  • Visualizações 325x
  • Atualizado 26 de agosto de 2022

Contacto

Contactar a Dlubal

Tem alguma questão ou precisa de aconselhamento? Contacte-nos por telefone, e-mail, chat ou fórum ou encontre sugestões de soluções e dicas úteis na nossa página de perguntas frequentes, disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

+49 9673 9203 0

(falamos português)

[email protected]

Formação online | Inglês

RFEM 6 | Noções básicas

Formação online 7 de outubro de 2022 9:00 - 13:00 CEST

Formação online | Inglês

RFEM 6 | Estudantes | Introdução ao dimensionamento de barras

Formação online 12 de outubro de 2022 16:00 - 19:00 CEST

Formação online | Inglês

Eurocódigo 2 | Estruturas de betão segundo a DIN EN 1992-1-1

Formação online 18 de outubro de 2022 9:00 - 13:00 CEST

Formação online | Inglês

RSECTION | Estudantes | Introdução à resistência dos materiais

Formação online 19 de outubro de 2022 16:00 - 17:30 CEST

Formação online | Inglês

RFEM 6 | Estudantes | Introdução ao MEF

Formação online 27 de outubro de 2022 16:00 - 19:00 CEST

Formação online | Inglês

RFEM 6 | Estudantes | Introdução ao dimensionamento de aço

Formação online 10 de novembro de 2022 16:00 - 17:00 CET

Formação online | Inglês

Eurocódigo 3 | Estruturas de aço segundo a DIN EN 1993-1-1

Formação online 17 de novembro de 2022 9:00 - 13:00 CET

Formação online | Inglês

RFEM 6 | Dinâmica estrutural e dimensionamento de sismos segundo o EC 8

Formação online 23 de novembro de 2022 9:00 - 13:00 CET

Formação online | Inglês

RFEM 6 | Estudantes | Introdução ao dimensionamento de madeira

Formação online 25 de novembro de 2022 16:00 - 17:00 CET

Formação online | Inglês

Eurocódigo 5 | Estruturas de madeira segundo a DIN EN 1995-1-1

Formação online 8 de dezembro de 2022 9:00 - 13:00 CET

Formação online | Inglês

RFEM 6 | Análise dinâmica e dimensionamento de sismos segundo o EC 8

Formação online 21 de setembro de 2022 9:00 - 13:00 CEST

Integração do Rhino/Grasshopper no RFEM 6

Integração do Rhino/Grasshopper no RFEM 6

Webinar 20 de setembro de 2022 14:00 - 15:00 EDT

Formação online | Inglês

Eurocódigo 5 | Estruturas de madeira segundo a DIN EN 1995-1-1

Formação online 15 de setembro de 2022 9:00 - 13:00 CEST

Consideração de fases de construção \n no RFEM 6

Consideração de fases de construção no RFEM 6

Webinar 8 de setembro de 2022 14:00 - 15:00 CEST

Formação online | Inglês

Eurocódigo 3 | Estruturas de aço segundo a DIN EN 1993-1-1

Formação online 8 de setembro de 2022 9:00 - 13:00 CEST

RFEM 6
Pavilhão em arco

Programa principal

O programa de análise estrutural RFEM 6 é a base de um sistema de software modular. O programa principal RFEM 5 é utilizado para definir estruturas, materiais e ações para sistemas estruturais planos e espaciais constituídos por lajes, paredes, cascas e barras. O programa também pode dimensionar estruturas combinadas, bem como elementos sólidos e de contacto.

Preço de primeira licença
4.450,00 EUR
RSTAB 9
programa de estruturas reticuladas

Programa principal

O programa de análise e dimensionamento de pórticos e treliças RSTAB 9 contém funções semelhantes às do software de elementos finitos RFEM, com especial atenção para os pórticos e as treliças. Por isso, é muito fácil de utilizar e é há muitos anos a melhor escolha para a análise estrutural de estruturas de vigas constituídas por aço, betão, madeira, alumínio e outros materiais.

Preço de primeira licença
2.850,00 EUR