Estação de Crossrail de Canary Wharf em Londres, Reino Unido

Projeto de cliente da Dlubal

Planeamento estrutural Planeamento, análise e construção de cobertura
WIEHAG GmbH
Altheim, Áustria
www.wiehag.com

Projeto global
Arup
Londres, Reino Unido
www.arup.com
Arquitetura Arquiteto de design
Foster + Partners
Londres, Reino Unido
www.fosterandpartners.com

Arquiteto principal
Adamson Associates Architects
Londres, Reino Unido
www.adamson-associates.com
Investidor Canary Wharf Contractors Ltd
Londres, Reino Unido
www.canarywharf.com

Comprimento: ~ 310 m | Largura: ~ 33 m | Altura: ~ 20 m
Nós: 5688 | Barras: 5059 | Materiais: 18 | Secções: 66

Desde o final de março de 2014 que existe bem no coração de Londres uma estrutura em madeira única a cobrir a estação de comboios de Crossrail. No espaço de somente seis meses a empresa austríaca WIEHAG construiu esta cobertura com um comprimento total de 300 m, situada no centro financeiro de Canary Wharf.

O Crossrail é um projeto de infra-estrutura ferroviário da Grande Londres, previsto estar pronto em 2018. Os custos para o projeto global, que tem uma rede de ligações com ca. de 100, foram estimados em aproximadamente 18 bilhões de euros.

A WIEHAG foi a empresa responsável pelos trabalhos de construção da cobertura de madeira, assim como pelo seu planeamento e a análise estrutural. O cálculo estático da estrutura portante, com 1414 vigas em madeira laminada colada e 111 tubos de aço, foi efetuado no RSTAB.

Construção

Tomando um corte da construção da cobertura da estação, ela pode ser descrita como uma semi-elipse. O arco tem um vão com uma largura livre de 31 m. A malha da cobertura é formada por triângulos acoplados. A estrutura portante está apoiada em pontos nodais numa grelha regular de 6 m.

Em ambas as extremidades na direção longitudinal, a cobertura acaba em consola, criando um efeito impressionante a 30 acima da superfície de água. Aqui, o final da cobertura é formado por tubos redondos em aço, paralelos às vigas de madeira diagonais. Estes chamados ''end ring beams'' têm uma curvatura dupla e dão uma nota artística, para além da função de reforçar a estrutura.

Um grande desafio de engenharia foi, entre outros, o dimensionamento dos pontos nodais em aço. Estes foram representados e calculados como modelos de elementos finitos no RFEM. Os elementos estruturais em aço tiveram de ser feitos com um elevado grau de precisão, para manter a compensação de tolerância na obra o mais baixo possível.

O recobrimento da cobertura é constituído por almofadas de membranas. No entanto, na parte central a cobertura está aberta em certos pontos, permitindo, assim, que o jardim no interior seja regado de forma natural.

A estação de Crossrail de Canary Wharf é um dos maiores projetos de construção em madeira no Reino Unido. Com ela, a cidade de Londres fica com mais uma atração arquitetónica.

Programas utilizados para análise estrutural

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Newsletter

Subscreva e receba as mais recentes novidades, dicas úteis, informação sobre eventos, ofertas especiais e vales pelo menos uma vez por mês.