Anfiteatro em Bytom, Polónia

Projeto de cliente da Dlubal

16 de setembro de 2014

Polónia RFEM Estruturas de madeira

Planeamento estrutural Ing. Zbyněk Šrůtek
Česká Skalice, República Checa
www.timberdesign.cz
Construção KASPER Polska Sp. z o.o.
Gliwice, Polónia
kasperpolska.pl
Arquitetura Design arquitetónico
Łukasz Pluta, mgr inż. arch.
PLUS8.PL Architekci
Zabrze, Polónia
www.plus8.pl

Comprimento: ~ 25 m | Largura: ~ 11 m | Altura: ~ 8 m
Barras: 581 | Superfícies: 27 | Materiais: 2 | Secções: 3

Em agosto de 2014, foi inaugurado na cidade polaca de Bytom um palco ao ar livre fora do vulgar. Do ponto de vista estrutural, a construção é constituída por duas partes (um palco de teatro e uma zona de bastidores) interligadas geometricamente por uma cobertura curvada espacialmente, dando uma nota artística à obra.

Estrutura do palco do teatro

A estrutura curvada da cobertura do palco é composta por dez asnas de diferentes formas em madeira laminada colada, que estão ligadas através de articulações às paredes de betão portantes.

As asnas têm uma espessura de 100 mm e secções que variam entre 600 e 1030 mm e uma altura de curvatura entre 3700 e 6450 mm. As asnas unem uma distância de 18 m na direção longitudinal. O espaçamento entre as asnas na direção transversal é de 1,2 m.

Tanto na direção longitudinal como transversal, as vigas de madeira laminada colada estão ordenadas em quadrados e caixas, com um sistema de reforço de diagonais cruzadas a assegurar a estabilidade na direção transversal. Toda a disposição estrutural das barras e, em particular das ligações, foram dimensionadas com o máximo respeito para com a percepção clara e visual da estrutura como um todo.

Estrutura da zona de bastidores (vestiários)

O dimensionamento da estrutura da parede foi efetuado como sistema "two-by-four", uma medida padrão para madeira nos Estados Unidos, na qual são utilizadas placas de fibra de gesso construtivas.

Para a estrutura da cobertura sobre a zona dos bastidores foi aplicada uma combinação das duas tecnologias: A parte visível contém o mesmo sistema de elementos de madeira laminada colada como o palco principal do teatro, a parte não-visível é constituída por treliças com placas de pregos.

O modelo estático, no qual foram consideradas todas as não-linearidades das barras e as propriedades de fundação, foi calculado com o RFEM. No dimensionamento do teatro, o RFEM foi utilizado em conjunto com o software 3D de construção em madeira SEMA.

Programa utilizado para análise estrutural

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com