Restauração da capela da Solidão em Lugo, Espanha

Projeto de cliente

Planeamento estrutural Gabinete técnico e trabalhos em madeira
Maderas Besteiro S.L.
Lugo, Espanha
www.mbesteiro.com
Arquitetura Design arquitetónico
gAU Arquitectura e Urbanismo SLp
Lugo, Espanha
www.gau.com.es
Investidor Xunta de Galicia, Espanha

A construção original da capela anexa ao antigo convento de São Pedro em Lugo data do ano 1690. A antiga estrutura da cobertura da capela, que se baseava em treliças apoiadas de forma simples nos muros da igreja, estava já bastante alterada com o passar do tempo, dando azo a processos patológicos na abóbada inferior e limitando o acesso ao seu interior.

O objetivo da intervenção consistiu na reabilitação da estrutura da cobertura mediante a substituição completa da mesma, permitindo a utilidade do espaço inferior e a entrada de luz na nave principal através das janelas góticas, que se encontravam ta+adas pelo apoio superior da estrutura deteriorada.

Solução construtiva e dimensionamento estrutural

A necessidade de uma nova configuração resistente que libertasse as janelas góticas da sua função estrutural, juntamente com a recuperação do espaço sob a cobertura, requereu um dimensionamento diáfano e achatado da cobertura, apoiando a mesma no seu perímetro e em apoios pontuais ao longo da linha média longitudinal. Estes apoios descarregam inferiormente numa viga que por sua vez conduzem as cargas a uma vigas horizontais novas.

Todas estas barras novas são em madeira laminada, que substitui as anteriores em madeira maciça. Para a cobertura foi utilizado um painel de madeira laminada cruzada CLT de cinco camadas com a direção principal da linha que une os pilares. Esta solução evitou a aplicação de uma viga no topo dos pilares para reduzir o vão da cobertura. Foi também evitada a necessidade de uma viga de suporte no canto da interseção dos painéis de cobertura, permitindo uma maior altura últil do espaço interior.

A cobertura foi modelada interconectando adequadamente elementos de barra e superfície. Foi necessário estudar a disposição das fibras mais fortes dos painéis CLT em função dos esforços. Foram também utilizadas funções avançadas do RFEM para simular a transferência de carga dos painéis CLT até aos pilares inferiores através de superfícies rígidas. 

As junções entre os painéis CLT foram simuladas com articulações lineares adequadamente calibradas e os resultados foram utilizados para dimensionar a disposição dos parafusos das intersecções dos painéis de canto, fortemente condicionada pela convergência de esforços internos e geometria complicada.

Programas utilizados para a análise estrutural

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão ou necessita de ajuda? Então entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com