Planeamento Orientado BIM

Interface DXF

O formato DXF é um dos formatos mais utilizados para a troca de dados com programas CAD. A seguinte vista geral mostra as opções de transferência que podem ser utilizadas no RFEM/RSTAB.

  1. Configuração para importar

    Importar

    As linhas podem ser importadas como linhas (RFEM) ou barras. Os nomes das camadas são tomados e usados como nomes de secções transversais. Além disso, é atribuído o primeiro material dos materiais pré-definidos. No caso de o programa reconhecer no nome da camada uma secção transversal da base de dados de perfis e um material, então estes são adotados.

  2. Opções para exportar

    Exportar

    As barras são exportadas do RFEM/RSTAB como linhas. A camada destas linhas contém informação sobre as secções transversais e materiais utilizados. Ao exportar um ficheiro DXF do RFEM, é possível, em adição ao modelo completo (inclusive malha de EF), exportar a numeração, a qual é controlada pelo navegador.

  3. Configuração para isolinhas

    Isolinhas

    Outra possibilidade de exportação do RFEM consiste em transferir resultados em forma de isolinhas para um ficheiro. Pode selecionar para exportação vários elementos como isolinhas, malha de EF, valores, etc.

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão sobre os nossos produtos ou necessita de ajuda para a escolha dos produtos para o seu trabalho? Entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Base de dados de conhecimento | Interface DXF

  1. Mover/editar camadas de fundo

    No RFEM e no RSTAB é possível importar ficheiros DXF na forma de camadas de fundo. Estas podem ter entre uma a três dimensões. Podem ser utilizados ficheiros DXF de outros programas assim como ficheiros DXF exportados do RFEM ou do RSTAB.

  2. Exportação DXF dos resultados

    O módulo adicional RF‑CONCRETE Surfaces verifica os estados limites último e de utilização de lajes, placas, chapas dobradas e cascas. A armadura resultante deste dimensionamento pode ser representada graficamente no RFEM nas superfícies da estrutura através da utilização de isolinhas. No dimensionamento da armadura, pode revelar-se útil a exportação de resultados na forma de diagrama de isolinhas para um ficheiro DXF para depois poder serem carregados como camada de fundo numa aplicação de CAD.

Mais funções úteis e artigos técnicos