Apoio de superfície

Termo de glossário

Este artigo foi traduzido pelo Google Tradutor

Ver texto original

Os apoios de superfície são utilizados no RFEM para suportar superfícies. É possível definir as condições de apoio ux, uy e uz assim como as molas de corte vxz und vyz. Adicionalmente pode ser determinado se na direção uz é aplicada uma não-linearidade. Neste diálogo existe também uma opção para ativar as constantes de mola para o apoio de superfície determinadas através do módulo adicional RF-SOILIN.

Pode ser atribuído um apoio de superfície a qualquer superfície introduzida no RFEM graficamente ou através de tabelas. As condições de apoio podem ser definidas para "rígidas" ou "elásticas" completamente definindo uma rigidez de mola.

Apoio ou molas em Cu, x, Cu, y, Cu, z

A direção dos apoios ou molas refere-se ao sistema de coordenadas local da respectiva superfície à qual o apoio de superfície está atribuído. Para exibir o sistema de coordenadas local das superfícies, use o navegador de exibição ou o menu de atalho.

O apoio perpendicular à superfície é controlado através da introdução de Cu, z . As entradas para Cu, x e Cu, y descrevem a resistência contra o deslocamento da placa nas direções x e y.

Molas de corte Cv, xz , Cv, yz

Uma entrada nesses campos tem o efeito de que a resistência ao corte do solo na direção dos eixos de superfície x ou y é levada em consideração. Na maioria dos casos, a constante de Pasternak Cv está entre 0,1 ⋅ Cu, z (baixa resistência ao corte) e 0,5 ⋅ Cu, z (resistência média ao corte). Cv, xz = Cv, yz pode geralmente ser aplicado. Se o apoio em uz tiver sido definido como "rígido" (ver Figura 01), não é possível introduzir as molas de corte Cv, xz e Cv, yz .

Enquadramento teórico

Os fundamentos teóricos do "modelo de solo eficaz" implementado no RFEM estão documentados na secção 4.9 do manual do RFEM.

Resultados para apoios de superfície

Uma vez utilizados os apoios de superfície num modelo, as tensões de contacto σz , τyz e τxz ficam disponíveis após o cálculo. Na tabela 4.21 "Superfícies - tensões de contacto", as colunas H a J, incluindo as forças de reação Rx , Ry e Rz, estão adicionalmente disponíveis para toda a superfície.

Palavras-chave

apoio de superfície apoio fundação fundação elástica de superfície

Bibliografia

Ligações

RFEM Programa principal
RFEM 5.xx

Programa principal

Software de engenharia estrutural para análises de elementos finitos (AEF) de estruturas planas e espaciais constituídas por lajes, paredes, vigas, sólidos e elementos de contacto

Preço de primeira licença
3.540,00 USD