Módulo adicional RF-/JOINTS Steel - DSTV do RFEM/RSTAB

Newsletter

Subscreva e receba as mais recentes novidades, dicas úteis, informação sobre eventos, ofertas especiais e vales pelo menos uma vez por mês.

Ligações uniformizadas para estruturas de aço

O módulo adicional RF-/JOINTS Steel - DSTV(associação alemã de construção em aço) dimensiona ligações de vigas em I articuladas e com resistência a momentos de acordo com as diretivas alemãs "Ligações uniformizadas para estruturas de aço". As resistências são determinadas de acordo com a seguinte norma:

  • European Union EN 1993-1-8: edição completa 2013

No módulo é possível dimensionar: ligações resistentes a momentos com chapas de extremidade alinhadas ou prolongadas, ligações de continuidade de madres resistentes a flexão, ligações de vigas articuladas com utilização de chapas de extremidade ou cantoneiras e vigas com entalhe (IK).

As ligações podem ser visualizadas de forma clara no modo de representação. O programa apresenta todas as dimensões estruturais necessárias e as respetivas secções adicionais assim como as correspondentes disposições dos furos.

  1. Funções

    • Dimensionamento de ligações resistentes a momentos ou articuladas para perfis em I laminados segundo o Eurocódigo 3:
      • Ligações de chapas de extremidade resistentes a momentos (tipo IH)
      • Ligações de continuidade de madres resistentes a momentos (tipo PM)
      • Ligações articuladas com cantoneiras normais e esticadas (tipos IW e IG)
      • Ligações articuladas através de chapas de extremidade com fixação só na alma ou na alma e no banzo (tipo IS)
      • Verificação de entalhes IK em combinação com chapas de extremidade articuladas (IS) e ligações de cantoneiras (IW)
    • Disposição automática da ligação necessária com tamanhos de parafusos (todos os tipos)
    • Verificação da espessura necessária da barra portante para as ligações de corte
    • Saída dos resultados de todos os detalhes construtivos necessários tais como produtos semi acabados, disposições de furos, extensões necessárias, número de parafusos, dimensões de chapas de extremidade e soldaduras
    • Saída das rigidezes Sj,ini para ligações resistentes a ligações
    • Documentação das cargas existentes e comparação com as resistências
    • Saída do grau de utilização para cada ligação individual
    • Determinação automática de esforços internos determinantes para vários casos de carga e nós de ligação
  2. 2-de

    Entrada de dados

    Após iniciar o módulo começa-se com por selecionar o tipo de ligação pretendido (ligações de vigas em I resistente a momentos ou articuladas). Prossegue-se com a seleção dos nós individuais, graficamente no modelo do RFEM/RSTAB. 

    O RF-/JOINTS Steel - DSTV reconheçe automaticamente a secção inclusive o respetivo material e verifica desde logo, se é possível uma ligação de acordo com as diretivas DSTV. O programa permite também a realização de ligações construtivas idênticas em diferentes partes da estrutura.

  3. 3-de

    Dimensionamento

    As diretivas da DSTV estão integradas numa base de dados do RF-/JOINTS Steel - DSTV. Cada ligação é caracterizada através de um código alfa-numérico único.

    Através da definição do tipo de ligação DSTV (IH, IW, IS, IG e IK) e da secção utilizada, podem ser filtradas as ligações DSTV disponíveis. Assim, podem ser retiradas conclusões acerca da resistência da ligação selecionada.

  4. 4-de

    Resultados

    Após o dimensionamento das ligações, os resultados são apresentados em tabelas bem organizadas, ordenadas, por exemplo, por casos de carga ou nós. Os esforços internos determinantes são comparados com os valores limite listados nas diretivas DSTV. 

    As ligações podem ser visualizadas tanto no módulo como no RFEM/RSTAB. Para além dos dados de entrada e dos resultados juntamente com os detalhes do dimensionamento, existe também a possibilidade de integrar qualquer gráfico no relatório de impressão. Desta maneira, fica salvaguardada uma documentação mais compreensível e clara.

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão sobre os nossos produtos ou necessita de ajuda para a escolha dos produtos para o seu trabalho? Entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Projetos de clientes

customer-projects-de

Projetos interessantes dimensionados com o software da Dlubal.

PREÇO para o RFEM (líquido)

  • RF-JOINTS Steel - DSTV 5.xx

    670,00 USD

  • Licença adicional

    301,50 USD

PREÇO para o RSTAB (líquido)

  • JOINTS Steel - DSTV 8.xx

    670,00 USD

  • Licença adicional

    301,50 USD

Imagens do módulo
Os clientes que compraram este produto também compraram
RFEM
RFEM 5.xx

Programa principal
Software de Análise Estrutural pelo MEF

RFEM
RF-STEEL EC3 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Dimensionamento de barras em aço de acordo com o Eurocódigo 3

RFEM
RF-FRAME-JOINT Pro 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Ligações de nós de pórticos de acordo com a EN 1993-1-8 (EC 3)

RFEM
RF-JOINTS Steel - Column Base 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Dimensionamento de fundações articuladas e encastradas

RFEM
RF-STABILITY 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Análise de estabilidade pelo método de cálculo dos valores próprios

RFEM
RF-HSS 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Capacidade portante de ligações de secções tubulares ocas soldadas de acordo com a EN 1993-1-8:2005

RFEM
RF-CONCRETE 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Módulo para o dimensionamento em betão armado de barras e superfícies (lajes, paredes, estruturas planares, cascas)

RFEM
EC2 for RFEM 5.xx

Extensão de módulo para o RFEM
Extensão para dimensionamento em betão armado de acordo com o Eurocódigo 2

RFEM
RF-JOINTS Steel - Pinned 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Ligações articuladas de acordo com a EN 1993-1-8

RFEM
RF-DYNAM Pro - Natural Vibrations  5.xx

Módulo adicional do RFEM
Análise de vibrações naturais

RFEM
RF-IMP 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Geração de estruturas iniciais imperfeitas e imperfeições equivalentes para o cálculo não linear

RFEM
RF-CONCRETE Columns 5.xx

Módulo adicional do RFEM
Dimensionamento em betão armado pelo método do pilar padrão (método baseado na curvatura nominal)