SHAPE-THIN - Secções transversais de parede fina

Software de propriedades de secções SHAPE-THIN | Resultados - Diagrama de tensões normais em secção curvada

Resultados - diagrama das tensões normais de uma secção transversal curvada

Software de propriedades de secções SHAPE-THIN | Resultados - classificação de partes c/t e distribuição de tensões normais

Resultados - classificação da secção transversal e diagrama de tensões normais

Newsletter

Subscreva e receba as mais recentes novidades, dicas úteis, informação sobre eventos, ofertas especiais e vales pelo menos uma vez por mês.

Propriedades e tensões de perfis de parede fina

Programa autónomo para determinação de propriedades de secções transversais abertas e fechadas com análise de tensões e dimensionamento plástico.

No SHAPE-THIN existe uma interface com o RFEM e o RSTAB: As secções transversais do SHAPE-THIN estão também disponíveis na biblioteca do software de métodos finitos e, respetivamente, no software de estruturas de barras. Igualmente, de forma inversa, é possível importar esforços internos do RFEM e do RSTAB para o SHAPE-THIN e dimensioná-los.

A entrada é efetuada por gráficos, tabelas ou através da importação de um ficheiro DXF.

  1. Funções do programa

    • Modelação de perfis através de elementos, secções, arcos e elementos de ponto
    • Biblioteca extensível para propriedades de materiais, limites de elasticidade e tensões limite
    • Propriedades de secção de perfis abertos, fechados ou não-ligados
    • Valores de secção ideais de perfis de materiais diferentes
    • Determinação de tensões em cordões de soldadura
    • Análise de tensões, inclusive dimensionamento de torção primária ou secundária
    • Verificação de relações (c/t)
    • Secções efetivas de acordo com
      • European Union EN 1993-1-5
      • European Union EN 1999-1-1
      • Germany DIN 18800-2
    • Classificação de acordo com
      • European Union EN 1993-1-1
      • European Union EN 1999-1-1
    • Interface com MS Excel para importação e exportação de tabelas
    • Relatório de impressão
  2. Software de propriedades de secções SHAPE-THIN | Tabela de resultados "Propriedades da secção"

    Propriedades de secções e tensões

    O SHAPE-THIN determina as propriedades de secção e tensões para qualquer perfil aberto, fechado, ligado ou não-ligado.

    Propriedades de secções
    • Área de secção total A
    • Áreas de corte Ay, Az, Au e Av
    • Posição do centro de gravidade yS, zS
    • Momentos de inércia Iy, Iz, Iyz, Iu, Iv, Ip, Ip,M
    • Raios de giração iy, iz, iyz, iu, iv, ip, ip,M
    • Inclinação dos eixos principais α
    • Peso da secção G
    • Perímetro da secção U
    • Constantes de torção IT, IT,St.Venant, IT,Bredt, IT,s
    • Posição do centro de corte yM, zM
    • Constantes de empenamento Iω,S, Iω,M ou Iω,D para restrições laterais
    • Módulos de secção máx/mín Wy, Wz, Wu, Wv, Wω,M com posições
    • Gamas de secções ru, rv, rM,u, rM,v
    • Fator de redução λM
    Propriedades de secções plásticas
    • Força normal Npl,d
    • Forças transversais Vpl,y,d, Vpl,z,d, Vpl,u,d, Vpl,v,d
    • Momentos fletores Mpl,y,d, Mpl,z,d, Mpl,u,d, Mpl,v,d
    • Módulos de secção Wpl,y, Wpl,z, Wpl,u, Wpl,v
    • Áreas de corte Apl,y, Apl,z, Apl,u, Apl,v
    • Posição dos eixos de bissetriz da área fu, fv
    • Representação da elipse de inércia
    Momentos estáticos
    • Primeiros momentos de área Su, Sv, Sy, Sz com dados sobre máximos e posição assim como especificação do fluxo de corte
    • Coordenadas de empenamento ωM
    • Áreas de empenamento Sω,M
    • Áreas da célula Am
    Tensões
    • Tensões normais σx devido a esforço axial, momentos fletores e bimomento de empenamento
    • Tensões de corte τ devido a esforços de corte assim como momentos de torção primários e secundários
    • Tensões equivalentes σeq com fator ajustável para tensões de corte
    • Relações de tensões em relação às tensões limite
    • Tensões em bordas de elementos ou linhas centrais
    • Tensões em cordões de soldadura
    Sistemas de reforço
    • Propriedades de secção de perfis não-ligados (núcleos de edifícios altos, secções mistas)
    • Esforços transversais de secções parciais devido a flexão e torção
    Análise plástica
    • Cálculo plástico com determinação do fator de majoração αpl
    • Verificação das relações (c/t) segundo os métodos de verificação el-el, el-pl ou pl-pl de acordo com a DIN 18800
  3. Software de propriedades de secções SHAPE-THIN | Dados gerais

    Entrada da secção

    O SHAPE-THIN contém uma biblioteca extensa de perfis laminados e tipos de perfis parametrizados. Estes podem ser combinados ou completados com novos elementos. Não é problema modelar perfis com diferentes materiais.

    Ferramentas gráficas e funções permitem a modelação de formas de secção complexas num ambiente de trabalho idêntico a CAD. A entrada gráfica permite, entre outros, a aplicação de elementos de ponto, arcos ou secções parametrizadas retangulares ou em tubo. Em alternativa, pode ser importado um ficheiro DXF e usado como base para seguintes modelações.

    Além disso, a entrada de dados parametrizada permite a introdução dos parâmetros relativos ao modelo e ao carregamento de tal forma, que passam a depender de determinadas variáveis.

    Os elementos podem ser divididos ou anexados graficamente a outros objetos. SHAPE-THIN divide automaticamente os elementos e garante um fluxo de corte sem interrupções através da introdução de elementos fictícios. Para elementos fictícios é possível definir uma espessura específica para controlar a transferência de corte.

  4. Software de propriedades de secções SHAPE-THIN | Parâmetros de cálculo

    Cálculo

    O SHAPE-THIN calcula todas as propriedades relevantes da secção inclusive os esforços internos plásticos limite. As áreas sobrepostas são consideradas de maneira realística. Para perfis constituídos por diferentes materiais, o SHAPE-THIN determina as propriedades de secção ideais em relação a um material de referência.

    A par de uma análise de tensões elástica-elástica, pode ser efetuada uma verificação plástica com interação dos esforços internos para tipos de secção de todos os tipos. As verificações de interação plásticas são realizadas pelo método Simplex. As hipóteses de cedência podem ser selecionadas de acordo com Tresca ou von Mises.

    Opcionalmente, o SHAPE-THIN verifica os valores limite (c/t) segundo os métodos el-el, el-pl ou pl-pl de acordo com a DIN 18800. As zonas (c/t) dos elementos ligados na mesma direcção, são reconhecidas automaticamente.

    As propriedades de secção e tensões da secção efetiva podem ser determinadas de acordo com a DIN 18800 ou a EN 1993-1. As secções são classificadas sob consideração da constelação dos esforços internos dados.

  5. Software de propriedades de secções SHAPE-THIN | Distribuição de resultados de tensões normais plásticas

    Resultados

    Todos os resultados podem ser avaliados e visualizados de forma numérica e gráfica. As funções de seleção permitem uma avaliação específica.

    O relatório de impressão faz jus aos elevados padrões do software de elementos finitos RFEM e do software de análise de pórticos RSTAB. As alterações são atualizadas automaticamente.

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão sobre os nossos produtos ou necessita de ajuda para a escolha dos produtos para o seu trabalho? Entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Projetos de clientes

customer-projects-de

Projetos interessantes dimensionados com o software da Dlubal.

PREÇO (líquido)

  • SHAPE-THIN 8.xx

    1.120,00 USD

  • Licença adicional

    504,00 USD

  • SHAPE-THIN 8.xx - Upgrade 7.xx -> 8.xx

    670,00 USD

Imagens