Módulo adicional RF-CONCRETE Deflect do RFEM

Newsletter

Subscreva e receba as mais recentes novidades, dicas úteis, informação sobre eventos, ofertas especiais e vales pelo menos uma vez por mês.

Cálculo analítico de deformações de estruturas de lajes e placas

O módulo adicional RF-CONCRETE Deflect é uma extensão dos módulos RF-CONCRETE e RF-CONCRETE 2D

O RF-CONCRETE Deflect permite no módulo RF-CONCRETE Surfaces no âmbito de uma verificação do estado limite de utilização o cálculo da flecha de estruturas de superfícies, de acordo com as especificações da respetiva norma. A análise de deformações pode ser realizada de acordo com as seguintes normas:

O RF-CONCRETE Deflect permite a realização da verificação do limite de deformação para estruturas de lajes e placas de betão armado de forma simples e rápida, tendo em consideração as diferentes condições das secções fendilhadas e não fendilhadas (estado I/estado II).

  1. 3.3 Verificações do estado limite de utilização por ponto

    Funções

    • Análise de deformações de superfícies de betão armado não fendilhadas/fendilhadas (estado II) através da aplicação dos métodos de aproximação (por exemplo, análises de deformação de acordo com 7.4.3 EN 1992-1-1)
    • Resistência à tração do betão aplicado entre fendas
    • Opções para considerar fluência e retração
    • Saída de resultados gráfica integrada no RFEM, por exemplo deformação e flecha da laje plana
    • Disposição organizada da saída de resultados numérica exibida em tabelas com a opção de representar os resultados no modelo graficamente
    • Integração completa da saída de dados no relatório de impressão do RFEM
  2. 1.1 Dados gerais

    Entrada de dados

    Análise de deformação com o RF-CONCRETE Deflect pode ser ativada no módulo adicional RF-CONCRETE Surfaces nas definições para a verificação analítica do estado limite de utilização, onde também é possível controlar as definições para os efeitos de longa duração (fluência e retração), bem como a resistência à tração entre as fendas do betão. O coeficiente de fluência e a extensão da retração são calculadas com base nos parâmetros de entrada especificados ou definidos individualmente.

    O valor das deformações limite a ser observado pode ser definido individualmente para cada superfície ou para todo o grupo de superfícies. O valor limite admissível é definido pela deformação máxima. Tem de decidir adicionalmente se pretende utilizar o sistema deformado ou não deformado para o dimensionamento.

  3. Configuração detalhada

    Dimensionamento

    Para a análise de deformação dos seguintes métodos de aproximação definidos nas normas (por exemplo, análise de deformação de acordo com 7.4.3, EN 1992-1-1) RF-CONCRETE Deflect calcula a resistência efectiva nos elementos finitos em concordância com os estado limite dado do betão fendilhado/não fendilhado. De seguida, essa resistência é utilizada para determinar a deformação da superfície através do repetido cálculo da AEF.

    O RF-CONCRETE Deflect tem em consideração a secção de betão armado para calcular a resistência efectiva dos elementos finitos. Baseado nas forças internas determinadas para o estado limite de utilização no RFEM, o programa classifica a secção de betão armado como "fendilhada" ou "não fendilhada". Se a contribuição do betão entre as fendas também é tida em consideração, é considerado um coeficiente de distribuição (por exemplo z de acordo com a equação 7.19, EN 1992-1-1). O comportamento do material para o betão é aplicado de forma linear-elástica na área de compressão e tração até ser atingida a resistência à tração do betão, a qual é suficientemente precisa para o estado limite de utilização. A fluência e a retração são consideradas quando é determinada a resistência efectiva no "nível da secção".

    A influência da fluência e da retração para o sistema estaticamente indeterminado não é tido em consideração por este método de aproximação (por exemplo, as forças de tração da extensão da retração no caso dos sistemas limitados em todos os lados não são determinados, mas devem ser considerados separadamente). Em resumo, o RF-CONCRETE Deflect calcula as deformações em dois passos:

    1. Cálculo da resistência efectiva da secção de betão armado, assumindo as condições linear-elásticas
    2. Cálculo da deformação, utilizando a resistência efectiva com a AEF
  4. Deformação exibida no RFEM

    Resultados

    Os resultados da análise de deformação são listados em tabelas de saída claramente organizadas. Todos os valores intermédios são apresentados adicionalmente. A representação gráfica da relação de dimensionamento e a deformação no RFEM permite ao utilizador identificar as secções críticas ou fendilhadas rapidamente.

    As mensagens de erro ou as observações relativas ao cálculo auxiliam o utilizador a encontrar os problemas do dimensionamento. Como os resultados do dimensionamento são exibidos por superfície ou ponto em conjunto com todos os resultados intermédios, o utilizador pode evocar todos os detalhes do cálculo. Devido à integração completa dos dados de saída no relatório de impressão do RFEM, está assegurada uma análise estrutural documentada preparada para a verificação realizada pelos engenheiros de teste.

Contacto

Contacto da Dlubal

Tem alguma questão sobre os nossos produtos ou necessita de ajuda para a escolha dos produtos para o seu trabalho? Entre em contacto connosco ou consulte as perguntas mais frequentes (FAQ).

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Projetos de clientes

customer-projects-de

Projetos interessantes dimensionados com o software da Dlubal.

PREÇO para o RFEM (líquido)

  • RF-CONCRETE Deflect 5.xx

    400,00 USD

  • Licença adicional

    225,00 USD