Perguntas mais frequentes (FAQs)

Procurar pergunta

Show Filter Hide Filter





Apoio ao cliente a toda hora

Base de dados de conhecimento

Para além do serviço de apoio técnico (p. ex. via chat), pode encontrar na nossa página de Internet material de apoio que pode ser útil para os seus trabalhos com o software Dlubal.

Newsletter

Receba regularmente informação sobre novidades, dicas úteis, eventos planeados, ofertas especiais e vales.

1 - 10 de 109

Ordenar por:

  • Resposta

    Os elementos de nervura não são considerados na opção tanto de importação como de exportação do REFM para o Revit. As nervuras são convertidas em elementos de "viga" em ambas as situações.


    As Figuras 01 e 02 mostram uma comparação dos elementos de nervura nos programas RFEM e Revit.


    A excentricidade é aplicada, mas não é listada como um elemento de nervura e não inclui nenhuma largura integrada.



  • Resposta

    Os valores do Excel podem ser importados para a quadrícula utilizando as funções de Copiar (Ctrl + C) e Colar (Ctrl + V).

    Primeiro, copie os valores desejados no Excel utilizando Ctrl + C. Em seguida, clique na área de destino na tabela da quadrícula. Poderá, depois, inserir os valores utilizando as teclas Ctrl + V. Responda à pergunta "Substituir dados" clicando em "Sim todos" (Figura 01).

    Figura 01 - Introdução de valores na tabela da quadrícula

    O vídeo mostra como importar as coordenadas de uma quadrícula do Excel. Além disso, também mostra como adicionar outra coordenada à quadrícula.

  • Resposta

    Um ficheiro glTF contém um modelo 3D que é guardado no formato "GL Transmission Format" (glTF). Este modelo 3D pode ser consultado em qualquer visualizador glTF ou integrado nas páginas Web, por exemplo, através de JavaScript. Pode rodar o modelo mantendo o botão do rato premido ou aumentá-lo com o zoom da roda do rato. Pode ver um exemplo aqui:

    Este modelo 3D é guardado com o ficheiro RFEM ou RSTAB por defeito. No entanto, também pode ser exportado separadamente (ver Figura 01).

    Pode encontrar mais exemplos na nossa página inicial em Downloads → Modelos para download (ver ligação no final desta FAQ).

  • Resposta

    No RSTAB e no RFEM, estão disponíveis os formatos de importação apresentados, respetivamente, na Figura 01 e 02. Para abrir a caixa de diálogo para importar um ficheiro, utilize o menu Ficheiro → Importar.

    Além disso, existem interfaces diretas para inúmeras outras aplicações. Encontra uma visão geral detalhada das interfaces disponível na nossa página Web Modelo de Informação da Construção (BIM).

    Figura 01 - Importação de formatos para o RSTAB

    Figura 02 - Importação de formatos para o RFEM

  • Resposta

    Os ficheiros 3ds não contêm nenhuma informação de escala. Se conhece as dimensões máximas do seu objeto, pode importar o objeto visual na escala correta.

    Figura 01 - Dimensionamento de sólido envolvente no Rhino 6

    A dimensão máxima do nosso objeto visual é de 10 m. Podemos utilizar este valor e defini-lo como um tamanho máximo absoluto nas configurações ao inserir o objeto visual. Além disso, pode selecionar vários pontos onde o objeto visual pode ser posicionado. A nossa estrutura modelada encaixa-se exatamente na localização pretendida.

    Figura 02 - Inserir objeto visual – Configuração

    A partir da versão do programa xx.23.01, os objetos visuais podem ser utilizados para a exportação como modelos de terreno ou de envolvente para o cálculo no RWIND Simulation.

    Figura 03 - Simular e gerar cargas de vento – Configuração

    Por isso, esses objetos também são utilizados no cálculo de todos os casos de carga em segundo plano.

    Figura 04 - Resultados do RWIND Simulation

  • Resposta

    A distribuição de carga de uma carga em linha é definida pelo atributo "Distribution". O atributo "Distribution" é do tipo "LoadDistributionType", e as entradas da lista da caixa de combinação são do tipo "String", de modo que seja necessária uma conversão de tipos. A função "GetLoadDistributionType" converte uma entrada de lista do tipo "String" numa do tipo "LoadDistributionType".

    '--------------------------------------------------------------------------------------------------
    Function GetLoadDistributionType(sType As String) As LoadDistributionType
    '--------------------------------------------------------------------------------------------------
        
        If sType = "Concentrated2x2QType" Then
          GetLoadDistributionType = Concentrated2x2QType
        ElseIf sType = "Concentrated2xQType" Then
          GetLoadDistributionType = Concentrated2xQType
        ElseIf sType = "ConcentratedNxQType" Then
          GetLoadDistributionType = ConcentratedNxQType
        ElseIf sType = "ConcentratedType" Then
          GetLoadDistributionType = ConcentratedType
        ElseIf sType = "ConcentratedUserDefinedType" Then
          GetLoadDistributionType = "ConcentratedUserDefinedType"
        ElseIf sType = "LinearType" Then
          GetLoadDistributionType = LinearType
        ElseIf sType = "LinearXType" Then
          GetLoadDistributionType = LinearXType
        ElseIf sType = "LinearYType" Then
          GetLoadDistributionType = LinearYType
        ElseIf sType = "LinearZType" Then
          GetLoadDistributionType = LinearZType
        ElseIf sType = "ParabolicType" Then
          GetLoadDistributionType = ParabolicType
        ElseIf sType = "RadialType" Then
          GetLoadDistributionType = RadialType
        ElseIf sType = "TaperedType" Then
          GetLoadDistributionType = TaperedType
        ElseIf sType = "TrapezoidalType" Then
          GetLoadDistributionType = TrapezoidalType
        ElseIf sType = "UniformType" Then
          GetLoadDistributionType = UniformType
        ElseIf sType = "VaryingType" Then
          GetLoadDistributionType = VaryingType
        End If

    End Function

    O procedimento "SetLineLoad" cria uma carga em linha na Linha 1. A distribuição de carga é lida a partir da caixa de combinação "LoadDistribution" da folha de cálculo do Excel "LineLoad".

    '--------------------------------------------------------------------------------------------------
    Sub SetLineLoads()
    '--------------------------------------------------------------------------------------------------
    Dim model As RFEM5.model
    Dim load As RFEM5.ILoadCase
    Dim data(0) As RFEM5.LineLoad
        'Get interface for model
        Set model = GetObject(, "RFEM5.Model")
        
        'Block COM licence and program access
        model.GetApplication.LockLicense
        On Error GoTo e
       'Get interface for loads
        Set load = model.GetLoads.GetLoadCase(0, AtIndex)
        'Set parameters for lineload
        data(0).No = 1
        data(0).LineList = "1"
        data(0).Type = ForceType
        'Load Distribution from combo box
        data(0).Distribution = GetLoadDistributionType(Worksheets("LineLoad").DropDowns("LoadDistribution").List(Worksheets("LineLoad").DropDowns("LoadDistribution").ListIndex))
        data(0).Direction = LocalZType
        data(0).DistanceA = 11
        data(0).DistanceB = 22
        data(0).RelativeDistances = True
        data(0).Magnitude1 = 4000
        data(0).Magnitude2 = 5000
        data(0).Magnitude3 = 6000
        data(0).OverTotalLength = False
        data(0).Comment = "line load 1"
        'Transfer lineload
        load.PrepareModification
        load.SetLineLoads data
        load.FinishModification
        
    e:  If Err.Number <> 0 Then MsgBox Err.Description, , Err.Source
        Set load = Nothing
        'COM licence is unlocked, program access possible again
        model.GetApplication.UnlockLicense
        Set model = Nothing


    End Sub

    O código fonte pode ser encontrado em Downloads.
  • Resposta

    No Tekla, também é possível criar ficheiros do RFEM/RSTAB sem ter uma licença do RFEM/RSTAB. No entanto, o RFEM/RSTAB tem de ser instalado no computador com o Tekla instalado. É suficiente instalar a versão de teste do RFEM/RSTAB, a qual pode ser descarregada aqui:

    https://www.dlubal.com/pt/download-e-informacao/versoes-experimentais-gratuitas/download-versoes-de-teste

    Para exportar um modelo do Tekla para o RFEM/RSTAB, primeiro é necessário criar um modelo estrutural no Tekla. Para isso, abra a caixa de diálogo "Modelos estruturais" através do separador "Análise estrutural" → "Modelos estruturais". O botão "Novo ..." abre a caixa de diálogo "Propriedades do modelo estrutural", onde pode selecionar a aplicação de análise "Dlubal File (.NET)" no separador "Modelo estrutural" (Figura 01).

    Figura 01 - Criar modelo estrutural

    As propriedades das partes estruturais podem ser definidas no Tekla na caixa de diálogo para as propriedades das partes estruturais.

    Na caixa de diálogo "Modelos estruturais", selecione o modelo estrutural a ser exportado. O botão "Exportar" abre a caixa de diálogo "Selecionar aplicação para exportação", onde pode selecionar a aplicação de destino desejada (Figura 02).

    Figura 02 - Selecionar aplicação para exportação

    Na janela "Opções de exportação", selecione a opção "Modelo analítico" para exportar o modelo analítico (Figura 03).

    Figura 03 - Opções de exportação

    A localização do ficheiro rf5/rs8 pode ser selecionada após clicar em "OK".

    Figura 04 - Guardar

    O vídeo mostra a criação de um modelo estrutural com a definição de propriedades estruturais, tais como tipo de barra, articulações e apoios, e a exportação para um ficheiro RSTAB.

  • Resposta

    A seguinte macro VBA mostra a criação de duas excentricidades de barra. O código fonte pode ser encontrado em Downloads.

    '--------------------------------------------------------------------------------------------------
    Sub SetEccs()
    '--------------------------------------------------------------------------------------------------
    Dim model As RSTAB8.model
    Dim data As IModelData
    Dim ecc(1) As RSTAB8.MemberEccentricity

        'Get interface for model
        Set model = GetObject(, "RSTAB8.Model")
        
        ' Block COM licence and program access
        model.GetApplication.LockLicense

        On Error GoTo e
        ' Get interface for model data
        Set data = model.GetModelData

       'Define eccentricity 1
        ecc(0).No = 1
        ecc(0).ReferenceSystem = LocalSystemType
        ecc(0).Start.X = 0.01
        ecc(0).Start.Y = 0.02
        ecc(0).Start.Z = 0.03
        ecc(0).End.X = -0.01
        ecc(0).End.Y = -0.02
        ecc(0).End.Z = -0.03
        ecc(0).Comment = "eccentricity 1"
        
       'Define eccentricity 2
        ecc(1).No = 2
        ecc(1).ReferenceSystem = GlobalSystemType
        ecc(1).Start.X = -0.07
        ecc(1).Start.Y = -0.08
        ecc(1).Start.Z = -0.09
        ecc(1).End.X = 0.07
        ecc(1).End.Y = 0.08
        ecc(1).End.Z = 0.09
        ecc(1).Comment = "eccentricity 2"
        
        'Transfer member eccentricities
        data.PrepareModification
        data.SetMemberEccentricities ecc

    e:  data.FinishModification
        If Err.Number <> 0 Then MsgBox Err.Description, , Err.Source
        Set data = Nothing
        ' COM licence is unlocked, program access possible again
        model.GetApplication.UnlockLicense
        Set model = Nothing

    End Sub
  • Resposta

    A seguinte macro VBA mostra a criação de duas excentricidades de barra. O código fonte pode ser encontrado em Downloads.

    '--------------------------------------------------------------------------------------------------
    Sub SetEccs()
    '--------------------------------------------------------------------------------------------------
    Dim model As RFEM5.model
    Dim data As IModelData
    Dim ecc(1) As RFEM5.MemberEccentricity

        'Get interface for model
        Set model = GetObject(, "RFEM5.Model")
        
        ' Block COM licence and program access
        model.GetApplication.LockLicense

        On Error GoTo e
        ' Get interface for model data
        Set data = model.GetModelData

       'Define eccentricity 1
        ecc(0).No = 1
        ecc(0).ReferenceSystem = LocalSystemType
        ecc(0).Start.X = 0.01
        ecc(0).Start.Y = 0.02
        ecc(0).Start.Z = 0.03
        ecc(0).End.X = -0.01
        ecc(0).End.Y = -0.02
        ecc(0).End.Z = -0.03
        ecc(0).Comment = "eccentricity 1"
        
       'Define eccentricity 2
        ecc(1).No = 2
        ecc(1).ReferenceSystem = GlobalSystemType
        ecc(1).Start.X = -0.07
        ecc(1).Start.Y = -0.08
        ecc(1).Start.Z = -0.09
        ecc(1).End.X = 0.07
        ecc(1).End.Y = 0.08
        ecc(1).End.Z = 0.09
        ecc(1).Comment = "eccentricity 2"
        
        'Transfer member eccentricities
        data.PrepareModification
        data.SetMemberEccentricities ecc

    e:  data.FinishModification
        If Err.Number <> 0 Then MsgBox Err.Description, , Err.Source
        Set data = Nothing
        ' COM licence is unlocked, program access possible again
        model.GetApplication.UnlockLicense
        Set model = Nothing

    End Sub
  • Resposta

    No SHAPE‑THIN 9, é possível abrir as secções criadas com as seguintes versões do programa:

    • SHAPE-THIN 5.xx
    • SHAPE-THIN 6.xx
    • SHAPE-THIN 7.xx
    • SHAPE-THIN 7.5xx
    • SHAPE-THIN 8.xx
    • SHAPE-THIN 9.xx

    Para abrir as secções, pode utilizar o Administrador de projetos (Figura 01) ou o menu "Ficheiro" → "Abrir" (Figura 02).

    Figura 01 - Administrador de projetos

    Figura 02 - Caixa de diálogo "Open"

    As secções das versões DOS do SHAPE‑THIN 1.xx e SHAPE‑THIN 2.xx não podem ser importadas para o SHAPE‑THIN 9.

1 - 10 de 109

Contacto

Encontrou a sua pergunta? Se não for o caso, entre em contacto connosco por e-mail, chat ou no fórum de discussão, ou então envie-nos a sua questão através do formulário online.

+49 9673 9203 0

(falamos português)

info@dlubal.com

Primeiros passos

first-steps

Aqui damos-lhe algumas dicas e informações úteis que o ajudam a familiarizar-se mais rapidamente com os programas principais RFEM e RSTAB.

Simulação de vento e geração de cargas de vento

O programa autónomo RWIND Simulation permite simular fluxos de vento em estruturas simples ou complexas através de um túnel de vento digital.

As cargas de vento geradas que atuam sobre esses objetos podem ser importadas para o RFEM ou o RSTAB.

O vosso apoio técnico é de longe o melhor

"Muito obrigado por toda a informação.

Gostaria de elogiar a equipa de apoio ao cliente. Fico sempre surpreendido com a rapidez e o profissionalismo com que as questões são respondidas. Na área da análise de estruturas, utilizo vários softwares inclusive com contratos de assistência, mas o vosso apoio técnico é de longe o melhor."